Bem vindo ao
Portal Zoologia
ver    

Zoologia (do grego: Ζώο, zoon "animal", e λόγος, -logos "estudo") é um ramo da biologia que estuda a estrutura, fisiologia, comportamento, evolução e classificação dos animais. Aristóteles é considerado o "pai da zoologia" por ter sido o primeiro a moldar um sistema que permitia classificar os animais de acordo características em comum. Raízes da disciplina também podem ser encontradas na Arábia e China. A zoologia científica nasceu no século 16 com o despertar de um novo espírito de exploração e observação, e também com o advento dos estudos de anatomia e fisiologia. Alemanha e Inglaterra foram os principais centros de desenvolvimento da zoologia moderna. Na atualidade, a zoologia apresenta várias subdivisões, como anatomia comparada, fisiologia animal, biologia molecular, etologia, paleontologia, taxonomia, sistemática, filogenia, cladística, biologia evolucionista, ecologia comportamental, biogeografia e filogeografia, além das áreas de estudos específicos como malacologia, entomologia, ictiologia, herpetologia, ornitologia e mastozoologia.

O reino Animalia (do latim: animus, "fôlego vital", "alma") foi descrito por Linnaeus em 1758 e constitui o principal grupo de interesse na zoologia. Compreende mas de 1,5 milhões de espécies descritas e continua crescendo a cada ano, com novas descobertas e também através de estudos mais apurados nas espécies já conhecidas. Informalmente os animais podem ser divididos em invertebrados e vertebrados. A classificação interna do reino é ainda controversa e disputada, com vários esquemas classificatórios. Tradicionalmente pode ser dividido em três subreinos: Parazoa, Mesozoa e Eumetazoa. Animais possuem várias características que os unem e também os separam de outros organismos, como fungos e plantas. São eucariontes, multicelulares e heterotróficos. Não possuem parede celular. Todos são móveis, nem que a mobilidade esteja presente em apenas uma fase da vida. E na maioria, o embrião passa por um estágio de blástula, característica exclusiva do reino animal.


* Lista de zoologistas * Código Internacional de Nomenclatura Zoológica * Zootaxonomia * Campos de estudo da zoologia

Alguns dos principais grupos zoológicos
Esponjas Ctenóforos Cnidarios Moluscos Platelmintos Anelídeos Nematódeos Tardígrados
Esponjas (ici Clathrina clathrus)
Clathrina clathrus
Ctenóforos (ici Bathocyroe fosteri)
Bathocyroe fosteri
Cnidarios (ici Anthopleura xanthogrammica)
Anthopleura xanthogrammica
Moluscos (ici Glaucus atlanticus)
Glaucus atlanticus
Plathelminthes (ici Pseudobiceros hancockanus)
Pseudobiceros hancockanus
Anelídeos (ici Hesiocaeca methanicola)
Hesiocaeca methanicola
Nematódeos (ici Wuchereria bancrofti)
Wuchereria bancrofti
Tardígrados (ici Hypsibius dujardini)
Hypsibius dujardini
Artrópodes Ectoproctas Equinodermas Peixes Anfíbios Répteis Aves Mamíferos
Artrópodes (ici Araneus marmoreus)
Araneus marmoreus
Ectoproctas (ici Myriapora truncata)
Myriapora truncata
Equinodermas (ici Pentagonaster duebeni)
Pentagonaster duebeni
Peixes (ici Pseudorasbora parva)
Pseudorasbora parva
Anfíbios (ici Agalychnis callidryas)
Agalychnis callidryas
Reptiles (ici Conolophus subcristatus)
Conolophus subcristatus
Aves (ici Vultur gryphus)
Vultur gryphus
Mamíferos (ici Panthera leo)
Panthera leo


Mostrar outros destaques


ver    
Gravura representando um casal de ornitorrincos.
Gravura representando um casal de ornitorrincos.

O ornitorrinco (nome científico: Ornithorhynchus anatinus) é um mamífero semiaquático natural da Austrália e da Tasmânia. É o único representante vivo da família Ornithorhynchidae, e a única espécie do gênero Ornithorhynchus. Juntamente com as quatro espécies de équidnas, formam o grupo dos monotremados, os únicos mamíferos ovíparos existentes. A espécie é monotípica. O ornitorrinco possui hábito crepuscular e/ou noturno. Carnívoro, alimenta-se de insetos, vermes e crustáceos de água doce. Possui diversas adaptações para a vida em rios e lagoas, entre elas as membranas interdigitais, mais proeminentes nas patas dianteiras.

É um animal ovíparo, cuja fêmea põe cerca de dois ovos, que incuba por aproximadamente dez dias num ninho especialmente construído. Os monotremados recém-eclodidos apresentam um dente similar ao das aves (um carúnculo), utilizado na abertura da casca do ovo; os adultos não possuem dentes. A fêmea não possui mamas, e o leite é diretamente lambido dos poros e sulcos abdominais. Esporões venenosos nas patas estão presentes nos machos e são utilizados principalmente para defesa territorial e contra predadores. As características atípicas do ornitorrinco fizeram com que o primeiro espécime empalhado levado para a Inglaterra fosse classificado pela comunidade científica como um embuste.

ver    
Pterodroma cervicalis, uma ave marinha da família Procellariidae.


ver    


Artigos para revisar/reciclar: Artigos a revisar sobre Zoologia




thumbs
thumbs

Sugestões

Categoria
ver    
ver    
  • ... o gênero Fedexia foi nomeado em homenagem a companhia FedEx, proprietária da terras onde o holótipo foi descoberto?
  • ...escorpiões da espécie Tityus serrulatus reproduzem-se sem a presença dos machos (inexistentes), por um processo denominado partenogênese?
  • ... a expressão "lágrimas de crocodilo" vem do facto de os crocodilos lacrimejarem quando comem as presas?
  • ... o coração da Girafa mede 70 centímetros e pesa cerca de 11 quilogramas?
ver    
ver    
Zoologia no Commons Zoologia no Commons
Imagens e mídia
Zoologia no Wikcionário Zoologia no Wikcionário
Definições
Zoologia no Wikilivros Zoologia no Wikilivros
Livros didáticos e manuais
Zoologia no Wikinotícias Zoologia no Wikinotícias
Notícias
Zoologia no Wikiquote Zoologia no Wikiquote
Citações
Zoologia no Wikisource Zoologia no Wikisource
Biblioteca
Zoologia na Wikiversidade Zoologia na Wikiversidade
Recursos de aprendizado

ver