Sanshou

(Redirecionado de Boxe chinês)
Sanshou ou Sanda
Lutadores Holandeses em uma sessão de sparring de Sanshou.
Informação geral
Prática Arte marcial
Foco Híbrido
Dureza Contato pleno
Outras informações
Esporte olímpico Não
Sítio oficial http://www.iwuf.org/
Cronologia das artes marciais  · Lista de artes marciais  · Projeto Artes Marciais

Sǎndǎ (散打; literalmente "luta livre") ou Sànshǒu (散手; literalmente "mãos livres"), também conhecido como Boxe Chinês ou ainda Kickboxing Chinês, é uma forma chinesa moderna de combate corpo-a-corpo, um sistema de auto-defesa, e um esporte de combate.

O Sanshou surgiu na metade do Século XX como uma forma "modernizada" e padronizada dos estilos tradicionais de Kung Fu, pelo Exército de Libertação Popular. É uma modalidade que se assemelha com o Kickboxing e Muay Thai, com golpes de socos, chutes, joelhadas e cotoveladas, mas também possuí derrubadas, quedas e arremessos, semelhante ao Judô e Wrestling.

É uma das duas modalidades do wushu esportivo reconhecido pela Federação Internacional de Wushu, a outra sendo Taolou ("Formas").

CaracterísticasEditar

O Sǎndǎ possui semelhanças com o Kickboxing, mas tem como característca principal as quedas e arremessos ao solo. É um dos componentes dos diversos estilos de Kung Fu, princípio de todas as artes marciais conhecidas de acordo com textos clássicos, principalmente do Shuai Jiao popularmente o Judô chinês que antecede o Jiu Jitsu[1], normalmente ensinado integrado às diversas formas de wushu. O termo sanda é um dos mais antigos e de uso mais comum, porém, quando o governo chinês formalizou e padronizou as artes marciais, usou oficialmente o termo sanshou para designar este aspecto, posteriormente voltando a usar o termo sanda. Os treinamentos cardio-vasculares e de resistência muscular nessa modalidade são bastante intensos, às vezes até extremos, possibilitando aos competidores um preparo físico invejável.

HistóriaEditar

Após a guerra da Coreia, onde o Exército de Libertação Popular enfrentou diretamente as tropas americanas, o governo chinês percebeu a necessidade de investir em pesquisa e desenvolvimento visando o melhor treinamento de seu exercito, e incumbiu ao general Peng Dehuai o comando da pesquisa onde além de especialistas em artes marciais de toda China participaram médicos, educadores físicos, e demais pessoas relacionadas a atividades físicas e saúde. O novo sistema deveria observar três critérios:

  • Simplicidade;
  • Combate direto;
  • Efetivo contra oponentes mais fortes.

Quase que paralelamente ao sandá militar se desenvolveu o sandá civil e competições clandestinas que acabavam com sérios danos aos competidores e eram quase que um Vale tudo ao molde dos primeiros Ultimate Fighting Championships.

Como treinamento marcial o sanshou ao longo da história na china recebeu vários nomes como xiangbo, shoubo, chaishou, qiangshou, jiji, e daleitai.

Em 1979, o Comitê Chinês de Esportes Nacionais (CCEN) decidiu que o sanshou estaria ligado ao wushu como esporte de competição. Devido ao espaço de tempo entre seu surgimento e a oficialização pelo governo o sanshou não tinha metodologia de treino, padronização de técnicas e principalmente regras. Até meados dos anos 80 o sanshou como esporte continuou a se desenvolver dentro de colégios e universidades ligadas à educação física, além de experimentação em campeonatos. Em 1982, o CCEN finalmente chegou a uma metodologia de treino e regras para competições que vêm sendo aos poucos modificadas. O primeiro ringue era redondo com nove metros de diametro.

O sanshou como esporte de combateEditar

O Sanda está crescendo rapidamente em popularidade. Na atualidade, as competições são levadas em mais de 95 países no mundo inteiro. Existem, duas modalidades de competição para sanshou: a amadora e a profissional.

A Sanda também tem um papel crescente nas Artes marciais mistas, onde cada vez mais lutadores usam a Sanda, servindo como uma alternativa ao kickboxing e Muay thai, já que a Sanda não apenas tem socos e chutes, como derrubadas e jogadas, que não são cobertas pelas outras duas artes marciais.

Sanshou amadorEditar

O uso obrigatório de capacete (com grade para os iniciantes), coquilha para os homens (proteção para a genital), luvas (]08 oz para até 70 kg e 10 oz para categorias acima de 70 kg) , protetor bucal e protetor torácico (um tipo de "armadura" do mesmo material da luva, permitindo que o lutador não se machuque gravemente). Na categoria Juvenil e iniciante usam-se protetores para canela e peito do pé.

CategoriasEditar

As categorias são divididas por peso e idade.

  • Por idade:
    • Juvenil (15 a 17 anos)
    • Adulto (18 a 35 anos)
  • Masculino:
    • Categoria 48 kg ( ≤ 48 kg)
    • Categoria 52 kg ( > 48 kg - ≤ 52 kg)
    • Categoria 56 kg ( > 52 kg - ≤ 56 kg)
    • Categoria 60 kg ( > 56 kg - ≤ 60 kg)
    • Categoria 65 kg ( > 60 kg - ≤ 65 kg)
    • Categoria 70 kg ( > 65 kg - ≤ 70 kg)
    • Categoria 75 kg ( > 70 kg - ≤ 75 kg)
    • Categoria 80 kg ( > 75 kg - ≤ 80 kg)
    • Categoria 85 kg ( > 80 kg - ≤ 85 kg)
    • Categoria 90 kg ( > 85 kg - ≤ 90 kg)
    • Categoria acima de 90 kg ( > 90 kg)
  • Feminino:
    • Categoria 48 kg ( < 48 kg)
    • Categoria 52 kg ( > 48 kg - ≤ 52 kg)
    • Categoria 56 kg ( > 52 kg - ≤ 56 kg)
    • Categoria 60 kg ( > 56 kg - ≤ 60 kg)
    • Categoria 65 kg ( > 60 kg - ≤ 65 kg)
    • Categoria 70 kg ( > 65 kg - ≤ 70 kg)
    • Categoria acima de 70 kg ( > 70 kg)

RegrasEditar

  • Em muitos campeonatos é utilizado a contagem de 2 round de dois minutos para adultos e o juvenil é 2 round de dois minutos, descanso entre rounds de 1:00 minuto.
  • Golpes nos genitais e nuca não são permitidos e podem levar com três irregularidades de luta a desclassificação.
  • Para os golpes valerem pontos, ele deve fazer o adversário se mexer, levando em consideração a eficiência.
  • São válidos socos,chutes e quedas/arremessos.
  • Pontuação é feita da seguinte forma: Socos em geral = 1 ponto. Chutes acima da linha cintura = 2 pontos Quedas/arremessos = 2 pontos , se o atleta cair junto = 1 ponto. Saída da plataforma duas vezes a partida acaba.
  • O tablado/plataforma oficial é um quadrilátero tablado emborrachado 8 x 8 metros e elevado. As imediações externas da plataforma são cobertas por folhetos de tatame de borracha.
  • Algumas competições permitem o uso de joelhadas, mas não é válido o uso dos cotovelos

Ligações externasEditar

  1. ANTUNES, MARCELO (2014). Introdução ao Shuai Jiao. São Paulo: Phorte. pp. 32,33  Verifique data em: |acessodata= (ajuda);