Abrir menu principal
O Breitling Orbiter 3 no Gasómetro de Oberhausen.
Breitling Orbiter 3
Breitling Orbiter 3

Breitling Orbiter foi o nome de três diferentes balões de Rozier, fabricados pela empresa Cameron Balloons com o propósito de circum-navegar o globo, e assim chamados pelo patrocínio da marca Breitling. Os primeiros dois balões nunca completaram a circum-navegação, enquanto o terceiro foi bem sucedido em 1999, onde conseguiu efetuar o primeiro voo à volta do mundo sem escalas (Bertrand Piccard e Brian Jones).[1]

Breitling Orbiter 3Editar

O Breitling Orbiter 3 foi o primeiro balão a voar à volta do mundo sem escalas, pilotado por Bertrand Piccard e Brian Jones. Projetado e construído pela Cameron Balloons, de Bristol, o Breitling Orbiter atingia 55 m quando cheio. O gás propano que enchia os seis queimadores estava contido em 28 cilindros de titânio, montados em duas linhas nas laterais da gôndola. Preocupados com o consumo, a equipa adicionou 4 recipientes extra de propano, que acabaram por ser necessários para terminar a viagem.

VooEditar

Bertrand Piccard e Brian Jones saíram dos Alpes suiços, da terra Château-d'Oex às 8:05, GMT, no dia 1 de Março de 1999. Primeiro voaram para sudoeste passando pela Mauritania, e passados 19 dias e quase 22 horas, aterraram no deserto egípcio a 21 de Março de 1999, tendo feito 40,814 km. Durante o voo, o balão chegou a atingir alturas de 11,373 m e velocidades até 161 nós. A "linha de meta" oficial para a circum-navegação foi passada na Mauritania, no dia 19 de Março às 4:54. A bordo levavam cópia do livro de Guy de Maupassant "Uma Vida", ligado ao romance "Cinco semanas em balão" de Júlio Verne.[2]

Ver tambémEditar

Referências

  1. [1]FAI entry of the record
  2. Associated Press, "'Grandiose' Trip Ends: Balloonists tough down in Egyptian desert", March 22, 1999

Ligações ExternasEditar