Breno Blauth

compositor brasileiro

Brenno Blauth (Porto Alegre, 1931 - São Paulo, 1993) foi um compositor e professor brasileiro.

Breno Blauth
Nascimento 30 de janeiro de 1931
Porto Alegre
Morte 31 de maio de 1993
São Paulo
Cidadania Brasil
Ocupação compositor

Estudou em Porto Alegre com Ênio de Freitas e Castro e no Rio de Janeiro com Paulo Silva e Newton Pádua. Em 1963 se transferiu para São Paulo, aperfeiçoando-se com Camargo Guarnieri e começando a dar aulas. Em sua obra de composição teve uma primeira fase de caráter nacionalista, usando elementos do folclore, e mais tarde assimilou recursos dodecafônicos, atonais, aleatórios e politonais. Em sua última fase buscou uma volta às formas tradicionais em uma interpretação original. Em 1963 representou o Brasil no Festival da Juventude Musical em Paris, em 1974 ganhou o prêmio de música de câmara da Associação Paulista dos Críticos de Arte, e uma obra sua foi apresentada postumamente na XIII Bienal de Música Brasileira Contemporânea em 1999. Suas composições são hoje ouvidas no Brasil e no exterior.[1]

MúsicaEditar

Várias obras de Brenno Blauth foram gravadas comercialmente, entre elas as sonatas para flauta e piano, oboé e piano e viola e piano. O Concertino para oboé e cordas de Breno Blauth se tornou a mais executada obra brasileira para oboé.

Algumas obrasEditar

  • Dois quintetos de sopros
  • Dois concertinos (um para flauta, outro para oboé)
  • Dois quartetos de cordas
  • Duas sinfonias
  • Vários duos para diversas combinações de instrumentos
  • Danças Charruas (piano solo)
  • Sonata para flauta e piano
  • Elegia (violoncelo e orquestra)
  • Sonata para viola e piano
  • Sonata para oboe e piano
  • Sonata para flauta e piano
  • Sonata para piano
  • Sonata para violino e piano
  • Sonatina para flauta doce, ou flauta transversal e piano
  • Sonatina para trompa e piano
  • Sonatina para clarineta e piano
  • Trio Sonatina, para oboé, trompa e piano
  • Duo Sonatina, para oboé e fagote

Ligações externasEditar

Concertino para oboé e cordas: http://www.dominiopublico.gov.br/pesquisa/DetalheObraForm.do?select_action=&co_obra=204011

Referências

  1. Mariz, Vasco. História da Música no Brasil. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 2005. pp. 386-7

Ver tambémEditar