Brian Duffy

Brian Duffy
Nascimento 20 de junho de 1953 (67 anos)
Boston, Estados Unidos
Nacionalidade Estados Unidos norte-americano
Alma mater Academia da Força Aérea
dos Estados Unidos

Universidade do Sul da Califórnia
Ocupação
Serviço militar
Serviço Força Aérea dos Estados Unidos
Anos de serviço 1975–2001
Patente coronel
Condecorações Cruz de Voo Distinto
Entre outras
Carreira espacial
Astronauta da NASA
Tempo no espaço 40 dias, 17 horas, 37 minutos
Seleção Grupo 11 da NASA 1985
Missões
Insígnia da missão Sts-45-patch.png Sts-57-patch.png Sts-72-patch.png Sts-92-patch.svg
Aposentadoria abril de 2011

Brian Duffy (Boston, 20 de junho de 1953) é um astronauta norte-americano, veterano de quatro missões no espaço.

Formado em ciências pela Academia da Força Aérea dos Estados Unidos em 1975 e em administração de sistemas pela Universidade do Sul da Califórnia, em 1981, Duffy fez curso de treinamento de piloto de testes no Mississipi em 1976 e foi selecionado para voo em jatos F-15, ficando baseado em esquadrões de caças na Virgínia até 1979, quando foi transferido para Okinawa, Japão.

Em 1982, foi selecionado para cursar a Escola de Pilotos de Teste da Força Aérea dos Estados Unidos e após a graduação serviu na Flórida. Duffy acumulou cerca de cinco mil horas de vôo em 25 aeronaves diferentes.

Selecionado para o curso de astronautas da NASA em 1985, foi qualificado como piloto-astronauta em julho de 1986. Trabalhando em funções em terra por seis anos, foi ao espaço pela primeira vez em março de 1992 como piloto da STS-45 Atlantis, a primeira das missões para colocação em órbita dos satélites da série ATLAS, de observação da atmosfera e estudos do Sol. Sua segunda missão se deu em junho de 1992, também como piloto da STS-57 Endeavour.

Em 1996, Duffy revê seu primeiro comando de ônibus espaciais, na missão STS-72 da Endeavour, onde durante nove dias a tripulação recolheu no espaço um satélite japonês lançado dez meses antes e testou, em atividades extraveiculares, equipamentos e procedimentos a serem utilizados na construção futura da Estação Espacial Internacional.

Sua última missão foi como comandante da STS-92 Discovery, em outubro de 2000, onde durante treze dias a tripulação trabalhou na expansão das instalações da ISS, abrindo caminho para que ela viesse a ser ocupada por astronautas residentes.

Brian Duffy se aposentou da NASA e da força aérea em 2001, passando a exercer o cargo de vice-presidente da Lockheed Martin, empresa fabricante de aeronaves e tecnologia espacial de ponta.

Ligações externasEditar