Abrir menu principal
Bruce McCandless
Nome completo Bruce McCandless II
Nascimento 8 de junho de 1937
Boston, Estados Unidos
Morte 21 de dezembro de 2017 (80 anos)
Los Angeles, Estados Unidos
Nacionalidade Estados Unidos norte-americano
Progenitores Mãe: Sue Worthington Bradley
Pai: Bruce McCandless
Cônjuge Bernice Doyle
Ellen Shields
Filho(s)
  • Bruce
  • Tracy
Alma mater Academia Naval
dos Estados Unidos

Universidade Stanford
Ocupação
Serviço militar
Serviço Marinha dos Estados Unidos
Anos de serviço 1958–1990
Patente capitão
Carreira espacial
Astronauta da NASA
Tempo no espaço 13d 31min
Seleção Grupo 5 da NASA 1966
Tempo de AEV 12h 12min
Missões
Insígnia da missão Sts-41-b-patch.png Sts-31-patch.png
Aposentadoria 31 de agosto de 1990

Bruce McCandless II (Boston, 8 de junho de 1937Los Angeles, 21 de dezembro de 2017 foi um astronauta norte-americano, o primeiro homem a caminhar no espaço sem estar ligado à nave-mãe. O fato ocorreu durante a missão STS-41-B do ônibus espacial Challenger, em fevereiro de 1984.[1]

Índice

BiografiaEditar

 
Bruce McCandless solto no espaço.

McCandless se formou em ciência pela Academia Naval dos Estados Unidos, recebendo treinamento de piloto de combate, e conseguiu um doutorado em engenharia elétrica na Universidade de Stanford em 1965. No começo dos anos 1960, serviu como piloto da marinha, baseado nos porta-aviões USS Forrestal e USS Enterprise, onde se encontrava durante a crise dos mísseis de Cuba em outubro de 1962.[2]

Em abril de 1966 foi um dos dezenove oficiais selecionados pela NASA para o treinamento de astronauta e suas primeiras missões foram a de fazer parte da equipe de apoio da Apollo 14 e a de piloto reserva da primeira missão Skylab; nesta época, McCandless foi também um dos principais colaboradores do desenvolvimento da Unidade Portátil de Manobra, um novo experimento que permitiria aos astronautas realizarem Atividades extra-veiculares no espaço sem ligação com a nave-mãe.

Bruce McCandless esteve duas vezes no espaço e na primeira delas em 1984, a bordo da Challenger, na missão STS-41-B, fez o primeiro teste em órbita com o experimento que ajudou a desenvolver, tornando-se o primeiro astronauta da história a andar no espaço completamente livre.

Na sua segunda missão, STS-31, em abril de 1990, fez parte da tripulação da Discovery que colocou em órbita o telescópio espacial Hubble.

Ver tambémEditar

Referências

  1. «Morre o primeiro astronauta que flutuou livremente no espaço». Estado de Minas. 23 de dezembro de 2017. Consultado em 24 de dezembro de 2017 
  2. «Bio» (PDF). NASA. Consultado em 21 maio 2019 

Ligações externasEditar