Abrir menu principal

Célula efetora

página de desambiguação de um projeto da Wikimedia

Uma célula efetora é qualquer um dos vários tipos de células que respondem ativamente a um estímulo e afetam algumas mudanças. As células efetoras existem em alta frequência apenas transitoriamente durante uma resposta imunológica.[1]

ExemplosEditar

Exemplos de células efetoras incluem:

  1. Célula do músculo, glândula ou órgão capaz de responder a um estímulo na extremidade terminal de uma fibra nervosa eferente.
  2. Célula plasmática, uma célula B efetora no sistema imunológico.
  3. Células T efetoras, células T que respondem ativamente a um estímulo.
  4. Células assassinas induzidas por citocinas,[2][3][4] células efetoras citotóxicas fortemente produtivas capazes de lisar células tumorais.[5]
  5. Microglia, uma célula efetora da glia que reconstrói o sistema nervoso central após um transplante de medula óssea.[6]
  6. Fibroblasto, uma célula que é mais comumente encontrada no tecido conjuntivo.[7]
  7. Mastócito, a célula efetora primária envolvida no desenvolvimento da asma.[8]

Referências

  1. «Effector Cell - an overview | ScienceDirect Topics». www.sciencedirect.com. Consultado em 3 de outubro de 2019 
  2. Schmidt-Wolf, IG; Negrin, RS; Kiem, HP; Blume, KG; Weissman, IL (1 July 1991). «Use of a SCID mouse/human lymphoma model to evaluate cytokine-induced killer cells with potent antitumor cell activity.». The Journal of Experimental Medicine. 174 (1): 139–49. PMC 2118875 . PMID 1711560. doi:10.1084/jem.174.1.139  Verifique data em: |data= (ajuda)
  3. Schmidt-Wolf, IG; Lefterova, P; Mehta, BA; Fernandez, LP; Huhn, D; Blume, KG; Weissman, IL; Negrin, RS (December 1993). «Phenotypic characterization and identification of effector cells involved in tumor cell recognition of cytokine-induced killer cells.». Experimental Hematology. 21 (13): 1673–9. PMID 7694868  Verifique data em: |data= (ajuda)
  4. Lu, PH; Negrin, RS (15 August 1994). «A novel population of expanded human CD3+CD56+ cells derived from T cells with potent in vivo antitumor activity in mice with severe combined immunodeficiency.». Journal of Immunology. 153 (4): 1687–96. PMID 7519209  Verifique data em: |data= (ajuda)
  5. IG, Schmidt-Wolf; P, Lefterova; BA, Mehta; LP, Fernandez; D, Huhn; KG, Blume; IL, Weissman; RS, Negrin (1 de dezembro de 1993). «Phenotypic characterization and identification of effector cells involved in tumor cell recognition of cytokine-induced killer cells.». Experimental Hematology (em inglês). 21 (13): 1673–9. ISSN 0301-472X. PMID 7694868 
  6. Krivit, W (July 1995). «Microglia: The effector cell for reconstitution of the central nervous system following bone marrow transplantation for lysosomal and peroxisomal storage diseases». Cell Transplantation (em inglês). 4 (4): 385–392. doi:10.1016/0963-6897(95)00021-O  Verifique data em: |data= (ajuda)
  7. Lorenz, H. Peter; Lin, Richard Y.; Longaker, Michael T.; Whitby, David J.; Adzick, N. Scott (November 1995). «The fetal fibroblast: the effector cell of scarless fetal skin repair». Plastic and Reconstructive Surgery (em inglês). 96 (6): 1251–9; discussion 1260–1. PMID 7480221. doi:10.1097/00006534-199511000-00001  Verifique data em: |data= (ajuda)
  8. Holgate, S (February 1986). «The mast cell as a primary effector cell in the pathegenesis of asthma». Journal of Allergy and Clinical Immunology (em inglês). 77 (2): 274–282. doi:10.1016/S0091-6749(86)80104-X  Verifique data em: |data= (ajuda)
  Este artigo sobre Biologia é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.