Call of Duty 2: Big Red One

Call of Duty 2: Big Red One
Desenvolvedora(s) Treyarch[1]
Publicadora(s) Activision [1]
Designer(s) Christian Busic, Richard Farrelly, Dan Koppel
Compositor(es) Graeme Revell
Motor Treyarch NGL
Plataforma(s) GameCube, PlayStation 2, Xbox
Série Call of Duty
Lançamento
  • JP 29 de junho de 2006
  • AN 1 de novembro de 2005 [1]
  • EU 18 de novembro de 2005
Gênero(s) Tiro em primeira pessoa [1]
Modos de jogo Single player, Multiplayer

Call of Duty 2: Big Red One é um jogo eletrônico de tiro em primeira pessoa que faz parte da franquia Call of Duty ambientada na Segunda Guerra Mundial. Foi desenvolvido pela Treyarch e publicado pela Activision no dia 01 de Novembro de 2005 para Playstation 2, Xbox e GameCube.

O jogo é um spin-off da série e conta com uma história secundária de Call of Duty 2, da Infinity Ward, que foi lançado para PC e Xbox 360 no mesmo ano.

Big Red One difere de outros jogos anteriores da franquia Call of Duty pelo fato de que se concentra em uma única formação Aliada americana na Segunda Guerra Mundial, à 1ª Divisão de Infantaria do Exército dos Estados Unidos, que recebe o apelido de Big Red One devido ao remendo de ombro da Divisão que ostenta um grande número 1 vermelho. O jogo cobre o envolvimento da Divisão na Campanha do Norte da África (Operação Tocha), à invasão da Sicília, o desembarque na praia de Omaha, o avanço pela Bélgica, e eventualmente cruzando a linha Siegfried para o interior da Alemanha.

Antes do início e após alguns níveis de um front da história do jogo, vídeos com imagens reais da Segunda Guerra Mundial são exibidos sob à logo do Military Channel, com a narração de Mark Hamill (que apareceu no filme de Samuel Fuller The Big Red One de 1980), imitando um documentário da Segunda Guerra Mundial focado na 1ª Divisão e seu engajamento durante a guerra.

O jogo apresenta à dublagem de vários atores da minissérie da HBO Band of Brothers, incluindo Michael Cudlitz, James Madio, Frank John Hughes, Richard Speight, Jr., Ross McCall, Rick Gomez e Rene Morono. A capa do jogo apresenta o ator Stephen Saux. A história e os personagens foram escritos por Aaron Ginsburg e Wade McIntyre.

JogabilidadeEditar

O jogo traz uma variedade de níveis que vão desde combates terrestres com a infantaria, combates com tanques, até uma missão de bombardeio à bordo de um B-24 Liberator.

Como padrão da série, ao longo do jogo, pode-se apanhar várias armas da Segunda Guerra Mundial, incluindo armas inimigas. Além das conhecidas armas alemãs, como à MP-40, pela primeira vez na série o jogador pode usar armas de origem francesa (França de Vichy), como à submetralhadora MAS-38 e armas do Exército real italiano, como o rifle Carcano 1891/38.[2] Também pode-se utilizar armas pesadas ou fixas em um ponto, como as americanas Browning M2, Browning M1919 ou a metralhadora alemã MG42. Estas armas geralmente estão disponíveis em um jipe, semi-lagartas, em um barco de assalto ou atrás de uma barricada.

Referências

  1. a b c d IGN. «About This Game» (em inglês). Consultado em 31 de dezembro de 2012 
  2. https://gamefaqs.gamespot.com/ps2/927724-call-of-duty-2-big-red-one/faqs/40530
  Este artigo sobre jogos eletrônicos é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.