Abrir menu principal

Ordem dos Clérigos Regulares Ministros dos Enfermos
 
Ordo Clericorum Regularium Ministrantium Infirmis
Brasão Ordem dos Clérigos Regulares Ministros dos Enfermos
sigla
M.I.
Tipo: Ordem religiosa
Fundador (a): São Camilo de Lellis
Local e data da fundação: 1590
Aprovação: 21 de setembro de 1591


Atividades:
Sede: Santa Maria Maddalena
Site oficial: http://www.camilliani.org/
Projeto Catolicismo · uso desta caixa
Pintura alusiva aos Camilianos, de autor desconhecido.

A Ordem dos Clérigos Regulares Ministros dos Enfermos (Latim: Ordo Clericorum Regularium Ministrantium Infirmis), (sigla M.I.) também chamados Camilianos, ou Padres Camilos, é uma ordem religiosa católica fundada em 1590 pelo religioso italiano São Camilo de Lellis e voltada à assistência espiritual e corporal dos doentes.

A ordem religiosa em Portugal foi designada de "Clérigos Regulares Ministros dos Enfermos de Portugal e dos Algarves" e tinha a sua sede em Lisboa, no Poço do Borratém, conhecida por Casa de São Camilo de Lélis[1]. Também teve o Convento da Tomina, no termo de Moura[2]. Em 1834, no âmbito da "Reforma geral eclesiástica" no país, pelo Decreto de 30 de Maio foram extintos todos os conventos, mosteiros, colégios, hospícios e casas de religiosos de todas as ordens religiosas e com eles os bens dos Camilianos foram incorporados na Fazenda Nacional[3].

Referências

Ligações externasEditar

  Este artigo sobre catolicismo é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.