Camilo III Gonzaga

Camilo III Gonzaga, (em italiano: Camillo III Gonzaga) (Novellara, 23 de agosto de 1649 – Novellara, 16 de agosto de 1727), foi um nobre italiano da família Gonzaga, oitavo Conde de Novellara, que reinou entre 25 de julho de 1678 e 16 de maio de 1727.

Camilo III Gonzaga
Ritratto di Camilo II Gonzaga.jpg
Retrato de Camillo III Gonzaga, oitavo conde de Novellara
Conde Soberano de Novellara
e Senhor de Bagnolo
Reinado 1678–1727
Antecessor(a) Afonso II
Sucessor(a) Filipe Afonso Gonzaga
 
Cônjuge Matilde d'Este (dos marqueses de San Martino)
Casa Casa Condal de Novellara
Dinastia Família Gonzaga, ramo dos Gonzaga-Novellara
Nascimento 23 de agosto de 1649
  Novellara
Morte 16 de agosto de 1727 (77 anos)
  Novellara
Filho(s) Ricarda Gonzaga
Filipe Afonso Gonzaga
Pai Afonso II Gonzaga, sétimo Conde de Novelara
Mãe Ricarda Cybo-Malaspina

Camilo pertencia ao ramo dos Gonzaga-Novellara da família Gonzaga.

BiografiaEditar

Filho de Afonso II Gonzaga, conde de Novellara, e de Ricarda Cybo-Malaspina (1622-1683)[1], filha de Carlos I Cybo-Malaspina, duque de Massa e Carrara.

Camilo sucede ao pai em 1678, com 29 anos, no condado de Novellara com o título de Camilo III (a investidura imperial, de quem Novellara era feudo, será concretizada apenas no ano seguinte). O novo soberano governou com poucos meios e muita coragem, dividindo o seu tempo entre a caça e os negócio de Estado, não sobre-carregando os seus súbditos e suportando até do seu próprio bolso, algumas despesas estatais.

Em 1695 casou com Matilde d'Este, filha de Sigismundo III d'Este, marquês de San Martino, e de Teresa Maria Grimaldi, de quem terá três filhos. Porém, em 1714, a mulher, num acesso de ciúmes, tentou envenená-lo com arsénico; como punição o Conde devolveu-a ao pai, ficando com a guarda dos filhos.

Quando morre, em 16 de agosto de 1727, aos 77 anos, o pesar dos seus súbditos foi geral e sincero. Sucede-lhe o filho, Filipe Afonso, que morre com tuberculose após um ano de reinado.

O condado durante um interregno imperial de dez anos, é governado pela irmã, Ricarda, última representante dos Gonzaga-Novellara. Após a sua morte, em 1737, o condado é integrado no Ducado de Módena e Reggio, extinguindo-se a dinastia.

DescendênciaEditar

Camilo e Matilde tiveram três filhos:


Brasão de armasEditar

Brasão Descrição
  Camilo III Gonzaga (Novellara), como conde soberano de Novellara e Senhor de Bagnolo, usava o brasão dos Gonzaga-Novellara :

De prata, com cruz patente de gules acantonada de quatro águias de negro em vôo baixo e coroadas de ouro; sobre o todo, partido: no primeiro em faixa de ouro e de negro; no segundo em faixa de negro e de ouro

Ver tambémEditar

ReferênciasEditar

BibliografiaEditar


Precedido por
Afonso II Gonzaga
(Novellara)
> 
Conde de Novellara
e Senhor de Bagnolo

1678–1727
Sucedido por
Filipe Afonso Gonzaga
(Novellara)