Campeonato Sul-Americano de Voleibol Feminino Sub-16

Campeonato Sul-Americano de Voleibol Feminino Sub-16
Voleibol Volleyball (indoor) pictogram.svg
Sede América do Sul
Organizador CSV
Edições
Primeira edição Uruguai 2011 - Canelones
Edição atual Peru 2019 - Callao
Campeões
Primeiro campeão Bandeira do Brasil Brasil
Atual campeão Bandeira do Chile Chile (1º título)
Maior campeão Bandeira do Brasil Brasil (2 títulos)

Campeonato Sul-Americano de Voleibol Feminino Sub-16 é um torneio de seleções de voleibol da América do Sul, destinado à categoria de base. Sua primeira edição ocorreu em 2011, na cidade de Canelones no Uruguai.[1]

HistóricoEditar

O torneio foi criado em 2011, tendo como objetivo expandir a modalidade e estimular as demais seleções da América do Sul a investirem nas categorias de base.[2] O Brasil manteve a hegemonia nas duas primeiras edições do campeonato, com o Peru e a Argentina alternando na conquista da medalha de prata. Após as duas primeiras edições, as brasileiras não mais prestigiaram a competição.

A terceira edição da categoria infantil aconteceu em 2015, em Tarapoto, no Peru, sem a participação do Brasil e da Argentina.[3][4] O primeiro sem interesse na competição e a segunda foi obrigado a desistir por problemas financeiros da FEVA.[4][5] Valendo-se da ausência dos seus maiores rivais, o selecionado peruano conquistou a medalha de ouro após derrotar a Bolívia, que havia apresentado um bom resultado no sul-americano pré-infantil de 2014. O Chile conquistou a sua primeira medalha ao bater a sua similar da Colômbia, na disputa pelo bronze.

A quarta edição teve como sede a cidade de Assunção, capital do Paraguai, reunindo oito participantes (sem a presença das equipes do Brasil e da Venezuela).[6][7] A competição, mostrando-se consolidada no calendário do voleibol sul-americano feminino, não apresentou nenhum resultado diferente do que se pode observar nas demais categorias de base. A seleção peruana, que dominou a primeira fase, viu a sua arquirrival Argentina melhorar o seu desempenho ao longo da competição em busca do primeiro ouro (conquistado após uma vitória por três sets a um na decisão). O Chile ficou novamente a frente da Colômbia na disputa pelo terceiro lugar, como ocorrera em 2015, obtendo a medalha de bronze.[8][9]

Em 2019, apenas cinco seleções reuniram-se em Callao, no Peru, para a disputada do título da categoria. Além das anfitriãs, estiveram presentes chilenas, paraguaias, equatorianas e bolivianas. Em fase única por pontos corridos, o Chile obteve a sua primeira medalha de ouro em um campeonato organizado pela CSV, ao vencer todos os seus rivais. O Peru conquistou a prata e o Paraguai um histórico bronze (o seu primeiro em uma categoria de base feminina); Equador e Bolívia finalizaram nas duas últimas posições. A chilena Ana Erskine foi eleita MVP.[10]

ResultadosEditar

CAMPEONATO SUL-AMERICANO DE VOLEIBOL FEMININO SUB-16[11]
Ano Sede Ouro Prata Bronze 4º lugar
2011
Detalhes
 
Canelones
 
Brasil
 
Peru
 
Argentina
 
Chile
2013
Detalhes
 
Bogotá[12]
 
Brasil
 
Argentina
 
Peru
 
Chile
2015
Detalhes
 
Tarapoto
 
Peru
 
Bolívia
 
Chile
 
Colômbia
2017
Detalhes
 
Assunção
 
Argentina
 
Peru
 
Chile
 
Colômbia
2019
Detalhes
 
Callao
 
Chile
 
Peru
 
Paraguai
 
Equador

Quadro geralEditar

 Ordem  País       Total
1   Brasil 2 0 0 2
2   Peru 1 3 1 5
3   Argentina 1 1 1 3
4   Chile 1 0 2 3
5   Bolívia 0 1 0 1
6   Paraguai 0 0 1 1

MVP por ediçãoEditar

Referências

  1. «Llegó la hora de que las chicas disputen el 1er Sudamericano Infantil Sub 15». CSV (em espanhol). 21 de novembro de 2011. Consultado em 2 de novembro de 2016. Arquivado do original em 16 de julho de 2012 
  2. «CSV realiza por primera vez los sudamericanos infantiles masculino sub 17 y femenino, sub 16». CSV (em espanhol). 15 de novembro de 2011. Consultado em 2 de novembro de 2016. Arquivado do original em 10 de março de 2014 
  3. Stolar, Raquel (4 de novembro de 2015). «#Exclusiva: Luis Linares habló de la organización del #SudaInfantil». Voleibol.pe (em espanhol). Consultado em 2 de novembro de 2016. Arquivado do original em 9 de dezembro de 2015 
  4. a b «Tarapoto fue confirmado como sede del Sudamericano Infantil 2015». Federación Peruana de Voleibol (em espanhol). 12 de novembro de 2015. Consultado em 2 de novembro de 2016. Cópia arquivada em 2 de novembro de 2016 
  5. Gabari, Santiago (3 de dezembro de 2015). «La FeVA bajó a Las Panteritas U16 del Sudamericano, ¿cuál es el camino?». Voleyplus.com.ar (em espanhol). Consultado em 2 de novembro de 2016. Arquivado do original em 12 de dezembro de 2015 
  6. «Resultados en Vivo de las Competencias de la CSV» 
  7. «TODO LISTO EN ASUNCIÓN PARA EL SUDAMERICANO U16» 
  8. «CSV - Confederación Sudamericana de Voleibol | Live Scoring». www.voleysur.org. Consultado em 15 de outubro de 2017 
  9. «Hotsites de los Torneos de la Confederación Sudamericana de Voleibol» 
  10. «CHILE HACE HISTORIA Y SE CORONA CAMPEÓN SUDAMERICANO U16». www.voleysur.org. Consultado em 28 de outubro de 2019 
  11. «Sud. Infantil - Femenino - U15». CSV (em espanhol). Consultado em 2 de novembro de 2016. Cópia arquivada em 2 de novembro de 2016 
  12. «Calendario». CSV (em espanhol). Consultado em 2 de novembro de 2016. Arquivado do original em 16 de abril de 2013 

Ligações externasEditar