Campeonato Mundial de Snooker

Campeonato Mundial de Snooker
World Snooker Championship
World Snooker Championship Trophy edited.jpg
Informação do torneio
Local Crucible Theatre (desde 1977)
Cidade Sheffield
País Inglaterra
Criação 1927
Organização WPBSA e WST
Formato Prova do ranking
Premiação total £ 2 395 000[1]
Parte do vencedor £ 50 000[1]
Atual campeão Ronnie O'Sullivan (7 títulos)
Edição atual 2022
Snooker balls triangled.png
Torneios de
Snooker
Campeonato mundial
Torneios para ranking
Campeonato britânico
World Open
Welsh Open
China Open
Shanghai Masters
Northern Ireland Trophy
Bahrain Championship
Outros torneios
Masters
Malta Cup
Premier League
Pot Black
World Series of Snooker
Antigos torneios
Ver: Antigos torneios

O Campeonato Mundial de Snooker (em inglês: World Snooker Championship) é uma competição de snooker profissional. É a prova mais antiga e prestigiada da categoria, e também a mais rica, com premiação total em 2022 no valor de 2 395 000 libras esterlinas, sendo de 500 mil libras esterlinas o valor atribuído ao vencedor.[1][2] Realizado pela primeira vez em 1927, é atualmente realizado no Crucible Theatre em Sheffield, Inglaterra, e um dos três torneios (junto com o Campeonato Britânico e o Masters) que compõem a Tríplice Coroa do snooker.[2] A prova reúne os 16 melhores classificados do ranking mundial e 16 outros oriundos da fase de qualificação. O atual campeão mundial é o inglês Ronnie O'Sullivan, que venceu a edição de 2022.[3]

O inglês Joe Davis dominou o torneio nas duas primeiras décadas, vencendo os 15 primeiros campeonatos mundiais antes de se aposentar invicto após sua vitória na final de 1946.[4] O troféu do Campeonato Mundial foi adquirido por Davis em 1926 por 19 libras esterlinas e continua em uso até hoje.[5] A competição não foi realizada entre 1941 e 1945 devido à Segunda Guerra Mundial, e entre 1952 e 1963 devido a uma contenda entre a Professional Billiards Players' Association (PBPA) e a Billiards Association and Control Council (BACC). A PBPA realizou seu próprio campeonato (não oficial), o World Professional Match-play Championship, entre 1952 e 1957. O campeonato oficial foi retomado no formato de desafio em 1964.

O Campeonato Mundial de Snooker voltou ao formato de torneio "mata-mata" em 1969, dando início ao que hoje é conhecido como a era moderna do snooker. Acontece anualmente desde então, com todos os campeonatos desde 1977 sendo realizados no Crucible Theatre em Sheffield, Inglaterra. Sob um formato que permaneceu praticamente inalterado desde 1982, 32 jogadores chegam ao Crucible a cada ano; os 16 melhores jogadores do ranking mundial se classificam automaticamente, enquanto outros 16 jogadores conquistam vagas por meio de um torneio de qualificação.[6] Apenas três jogadores oriundos da qualificação já venceram o torneio: o norte-irlandês Alex Higgins em 1972, o galês Terry Griffiths em 1979 e o inglês Shaun Murphy em 2005.

O escocês Stephen Hendry e o inglês Ronnie O'Sullivan detêm o recorde em conjunto de sete títulos mundiais cada um na era moderna. O galês Ray Reardon e o inglês Steve Davis, ambos, ganharam seis títulos; o escocês John Higgins e o inglês Mark Selby quatro; o inglês John Spencer e o galês Mark Williams três; e o norte-irlandês Alex Higgins dois.[6][7] O campeão mais jovem da história do torneio é Hendry, que conquistou seu primeiro título em 1990, aos 21 anos e 106 dias.[6] O'Sullivan se tornou o campeão mais velho em 2022, conquistando seu sétimo título aos 46 anos e 148 dias, superando Ray Reardon, que tinha 45 anos em 1978.[8] Steve Davis e O'Sullivan detêm juntos o recorde de mais aparições no Crucible, com 30 cada, embora O'Sullivan tenha feito o maior número de aparições consecutivas, tendo participado do torneio todos os anos entre 1993 e 2022. Doze breaks máximos foram feitas na história do torneio, o canadês Cliff Thorburn foi o autor do primeiro, alançado em 1983. Um recorde de 109 century breaks foram feitos no Crucible em 2022.[9]

HistóriaEditar

O primeiro campeonato mundial organizou-se em 1927 graças a Joe Davis. Os jogos realizaram-se no Reino Unido com a final em 39 partidas no máximo em Birmingham. O campeonato foi ganho por Davis, por 20 jogos contra 11 de Tom Dennis. O melhor break foi de 60 pontos por Albert Cope. De 1928 a 1940 Davis venceu todos os campeonatos até à Segunda Guerra Mundial. Retomado o torneio em 1946, Davis ganha pela 15.ª e última vez o campeonato. Davis saiu de cena em relação ao campeonato do mundo em 1946, mas continuou a jogar como jogador profissional.

Em 1947 o evento foi ganho por Walter Donaldson mas em 1948, 1949 e 1951 foi Fred Davis, irmão de Joe, que venceu o campeonato.

Entre 1953 e 1963 não houve campeonato, e em 1964 uma partida entre dois jogadores foi organizada. Entre 1964 e 1968 Pullman defendeu o seu título todos os anos, mas não se fazia um torneio, apenas uma partida individual. Em 1969 os organizadores optaram por um torneio em vez de uma só partida. John Spencer venceu o torneio de 1969, seguindo-se 6 vitórias em 9 anos, por Ray Reardon, entre 1970 e 1978. Durante a década de 1980 foi Steve Davis quem dominou o campeonato, com seis vitórias entre 1981 e 1989. Ficou em segundo em 1985. A partir de 1990, Stephen Hendry dominou o torneio. Em relação ao título em 1990 foi consagrado como o mais jovem campeão do mundo (21 anos), seguindo-se 5 vitórias entre 1992 e 1996, ou seja 29 partidas seguidas sem derrota, assim cumprindo 4 campeonatos de seguida até 1997 antes de perder a final para Ken Doherty. Em 1999 obteve o 7º título para ultrapassar Ray Reardon e Steve Davis, e só Joe Davis tem mais títulos que Hendry.

Desde 2000, quatro jogadores conseguiram o título mais do que uma só vez: Mark J. Williams, Ronnie O'Sullivan, John Higgins e Mark Selby.

Recordes e estatísticasEditar

  • Joe Davis detém o recorde do maior número de campeonatos: 15.
  • O primeiro break máximo foi obtido por Cliff Thorburn em 1983. Ronnie O'Sullivan (1997, 2003, 2008) e Stephen Hendry (1995, 2009, 2012) são os únicos jogadores a conseguir o feito mais que uma vez. Jimmy White (1992), Mark J. Williams (2005), Ali Carter (2008) e John Higgins (2020) são os únicos a conseguir breaks máximos que foram transmitidos pela televisão.
  • O break máximo de O'Sullivan's em 1997 demorou 5m 20s, o mais rápido de sempre em torneios profissionais.
  • Só quatro vencedores não têm origem britânica: Horace Lindrum (Austrália), Cliff Thorburn (Canadá), Ken Doherty (Irlanda) e Neil Robertson (Austrália).
  • O mais jovem campeão é Stephen Hendry: tinha 21 anos e 106 dias em 1991.
  • O mais jovem a participar foi o belga Luca Brecel, que no seu primeiro jogo na fase final em 2012 tinha 17 anos e 35 dias. Foi também ele o mais novo a conseguir uma tacada de 100 ou mais pontos (conseguiu 116).
  • O único a perder uma partida sem ganhar um só jogo é Eddie Charlton, que perdeu 10-0 contra John Parrot em 1992.
  • Fergal O'Brien é o único a conseguir uma tacada de 100 ou mais pontos (break de 100 pontos) no seu primeiro jogo no Crucible, o que aconteceu em 1994.
  • O mais longo frame (jogo) no Crucible demorou 76m11s, jogado entre Mark Selby e Marco Fu nas meias-finais, em 2016.
  • Ken Doherty é o único jogador a ter sido campeão mundial de juniores, de amadores e de profissionais.
  • Stephen Hendry tem o título de mais longa sequência de partidas ganhas no Crucible Theatre. Venceu os campeonatos de 1992 a 1996, e continuou as vitórias até à final de 1997.
  • Desde que o torneio é realizado no Crucible Theatre, só quatro jogadores conseguiram defender o seu título com êxito: Steve Davis em 1984, 1988 e 1989, Stephen Hendry de 1993 a 1996, Ronnie O'Sullivan em 2013 e Mark Selby em 2017. Nenhum jogador conseguiu defender o seu primeiro título no Crucible, algo que é conhecido como "Maldição do Crucible".

EdiçõesEditar

 
John Higgins, vencedor do torneio em 1998, 2007, 2009 e 2011.

Finalistas do Campeonato MundialEditar

Desde sua criação em 1927, o campeonato mundial de snooker foi dominado por Joe Davis, que venceu os 15 primeiros torneios antes de se aposentar invicto em 1946. Em 1952, uma disputa entre a BACC e a PBPA levou à formação de um torneio paralelo, o World Professional Match-play Championship, cujos vencedores são geralmente reconhecidos como campeões mundiais. Nenhum campeonato foi realizado entre 1957 e 1964.

Considera-se que a "era moderna" começou em 1969, quando o campeonato voltou ao formato de torneio eliminatório a partir de um formato de desafio. Desde então, o melhor recorde é de sete vitórias, de Stephen Hendry (1990–1999) e Ronnie O'Sullivan (2001–2022). Ray Reardon venceu seis vezes na década de 1970, enquanto Steve Davis venceu seis vezes na década de 1980.[10][11][12][13][14]

Nome País Campeão 2º lugar Finais Semifinais
ou melhor
Joe Davis   Inglaterra 15 0 15 15
Fred Davis   Inglaterra 8 6 14 20
John Pulman[nota 1]   Inglaterra 3 11 16
Stephen Hendry   Escócia 7 2 9 12
Ronnie O'Sullivan   Inglaterra 1 8 13
Steve Davis   Inglaterra 6 2 11
Ray Reardon   País de Gales 1 7 10
John Higgins   Escócia 4 4 8 11
Mark Selby   Inglaterra 1 5 7
Mark Williams   País de Gales 3 4
John Spencer   Inglaterra 6
Walter Donaldson   Escócia 2 5 7 10
Alex Higgins   Irlanda do Norte 2 4 7
Horace Lindrum[nota 2]   Austrália 1 3 6
Shaun Murphy   Inglaterra 5
Cliff Thorburn   Canadá 2 3 6
Judd Trump   Inglaterra 5
Peter Ebdon   Inglaterra 4
Graeme Dott   Escócia 3
Ken Doherty   Irlanda
Dennis Taylor   Irlanda do Norte 1 2 5
John Parrott   Inglaterra 3
Terry Griffiths   País de Gales
Joe Johnson   Inglaterra 2
Neil Robertson   Austrália 0 1 3
Stuart Bingham   Inglaterra 2
Jimmy White   Inglaterra 0 6 6 10
Tom Dennis   Inglaterra 4 4 6
Eddie Charlton   Austrália 2 2 8
Matthew Stevens   País de Gales 6
Sidney Smith   Inglaterra
Willie Smith   Inglaterra 4
Ali Carter   Inglaterra 3
Clark McConachy   Nova Zelândia
Barry Hawkins   Inglaterra 1 1 5
Jackie Rea   Irlanda do Norte 4
Ding Junhui   China 3
Tom Newman   Inglaterra
Kyren Wilson   Inglaterra
Nigel Bond   Inglaterra 2
Perrie Mans   África do Sul
Gary Owen   País de Gales
Fred Lawrence   Inglaterra
Doug Mountjoy   País de Gales 1
Graham Miles   Inglaterra
Warren Simpson   Austrália
  • Jogadores em atividade são mostrados em negrito.
  • Apenas os jogadores que chegaram à final estão incluídos.
  • No caso de registros idênticos, os jogadores são classificados em ordem alfabética pelo sobrenome.

PatrocínioEditar

 
A varejista de automóveis Cazoo se tornará a patrocinadora principal do torneio a partir de 2023.

Com exceção de dois campeonatos disputados na Austrália, todos os campeonatos de 1969 a 2005 foram patrocinados por empresas do setor de cigarros. Em 1969 e 1970 o campeonato foi patrocinado por John Player sob o selo Player's No.6. O Gallaher Group patrocinou sob o selo Park Drive de 1972 a 1974, enquanto de 1976 a 2005 a Imperial Tobacco patrocinou sob o selo Embassy. A legislação de 2003 impôs restrições à publicidade do cigarro, incluindo o patrocínio de eventos esportivos. A Embassy recebeu dispensa especial para continuar patrocinando o snooker até 2005.

De 2006 a 2022, todos os campeonatos foram patrocinados por casas de apostas. Em 2006, a 888.com assumiu o patrocínio do evento em um contrato de cinco anos,[15] mas desistiu após apenas três anos.[16] a Betfred.com foi a patrocinadora de 2009 a 2012,[17] seguida pela Betfair em 2013,[18] Dafabet em 2014,[19] e Betfred novamente de 2015 a 2022.[20][21]

A varejista de carros online Cazoo assinou um contrato de vários anos para patrocinar o torneio a partir de 2023.[22]

Notas e referências

Notas

  1. John Pulman venceu o (não sancionado) World Professional Match-play Championship em 1957 e defendeu seu título em partidas de desafio sancionadas pelo BACC sete vezes entre 1964 e 1968, efetivamente tornando-o campeão mundial oito vezes em um período de 11 anos.
  2. Em 1952, a maioria dos jogadores profissionais boicotaram o campeonato mundial oficial e, em vez disso, disputaram o campeoanto rival World Professional Match-play Championship. Lindrum e Clark McConachy foram os únicos jogadores a disputar o campeonato oficial naquele ano e a conquista do título de Lindrum nem sempre é reconhecida.

Referências

  1. a b c «Betfred World Championship Prize Money». wst.tv. 4 de abril de 2022. Consultado em 28 de dezembro de 2022. Cópia arquivada em 4 de abril de 2022 
  2. a b «Cazoo World Championship». World Snooker (em inglês). Consultado em 29 de dezembro de 2022 
  3. Ivan (11 de maio de 2022). «Ranking Ronnie's Seven Titles». World Snooker (em inglês). Consultado em 29 de dezembro de 2022 
  4. Bisset, Roddy (11 de maio de 2020). «The Birth Of Snooker». World Snooker (em inglês). Consultado em 29 de dezembro de 2022 
  5. «Trophies». WPBSA (em inglês). Consultado em 29 de dezembro de 2022 
  6. a b c «History of Snooker». World Snooker (em inglês). Consultado em 29 de dezembro de 2022 
  7. «PAST WINNERS». www.eurosport.com. Consultado em 29 de dezembro de 2022 
  8. Ivan (2 de maio de 2022). «O'Sullivan Beats Trump For Magnificent Seventh». World Snooker (em inglês). Consultado em 29 de dezembro de 2022 
  9. Bisset, Roddy (3 de maio de 2022). «Story Of The 2022 Betfred World Championship». World Snooker (em inglês). Consultado em 29 de dezembro de 2022 
  10. Turner, Chris. «World Professional Championship». cajt.pwp.blueyonder.co.uk. Chris Turner's Snooker Archive. Consultado em 29 de dezembro de 2022. Cópia arquivada em 16 de abril de 2013 
  11. «World Championship – Roll of Honour». Global Snooker. Consultado em 29 de dezembro de 2022. Cópia arquivada em 22 de fevereiro de 2012 
  12. «Hall of Fame». Snooker.org. Consultado em 29 de dezembro de 2022. Cópia arquivada em 28 de julho de 2019 
  13. «History of the World Snooker Championship». worldsnooker.com. World Professional Billiards and Snooker Association. Consultado em 29 de dezembro de 2022. Cópia arquivada em 15 de março de 2011 
  14. «Embassy World Championship». Snooker Scene. Consultado em 29 de dezembro de 2022. Cópia arquivada em 24 de janeiro de 2013 
  15. «Snooker: Steve's Defeat Is a Right Sickener». Daily Record. 16 de janeiro de 2006. Consultado em 29 de dezembro de 2022. Cópia arquivada em 10 de abril de 2022 – via TheFreeLibrary.com 
  16. «Huge financial blow hits snooker». BBC Sport. 6 de agosto de 2008. Consultado em 29 de dezembro de 2022. Cópia arquivada em 28 de janeiro de 2015 
  17. «Top gambling sites». Consultado em 29 de dezembro de 2022. Cópia arquivada em 10 de novembro de 2015 
  18. «Betfair Sponsor World Championship». worldsnooker.com. World Professional Billiards and Snooker Association. 25 de março de 2013. Arquivado do original em 2 de abril de 2013 
  19. «Dafabet To Sponsor World Championship». worldsnooker.com. World Professional Billiards and Snooker Association. 19 de março de 2014. Arquivado do original em 27 de março de 2014 
  20. «Betfred to sponsor World Championship». worldsnooker.com. World Professional Billiards and Snooker Association. 13 de março de 2015. Cópia arquivada em 17 de março de 2015 
  21. «Betfred extends World Snooker Championship deal until 2022». SBC News. SBC News. 20 de março de 2021. Consultado em 29 de dezembro de 2022. Cópia arquivada em 24 de fevereiro de 2021 
  22. «Cazoo To Become Title Sponsor Of World Snooker Championship». wst.tv. 9 de maio de 2022 

Ligações externasEditar

 
O Commons possui uma categoria com imagens e outros ficheiros sobre Campeonato Mundial de Snooker