Cantador-ocráceo

Como ler uma infocaixa de taxonomiaCantador-ocráceo
Taxocaixa sem imagem
Estado de conservação
Espécie pouco preocupante
Pouco preocupante (IUCN 3.1) [1]
Classificação científica
Reino: Animalia
Filo: Chordata
Classe: Aves
Ordem: Passeriformes
Família: Thamnophilidae
Género: Hypocnemis
Espécie: H. ochrogyna
Nome binomial
Hypocnemis ochrogyna
Zimmer, 1932
Sinónimos
Hypocnemis cantator ochrogyna

O Cantador-ocráceo (Hypocnemis ochrogyna) é uma espécie de ave da família Thamnophilidae. É encontrado em florestas úmidas nos estados brasileiros de Mato Grosso e Rondônia, e adjacente ao nordeste da Bolívia.[1] Até recentemente, era considerada uma subespécie do Papa-formiga-cantador, mas com base nas diferenças vocais e em menor grau nas plumagens, tem sido recomendado tratá-las como espécies separadas.[2] Como atualmente definido, o Cantador-ocráceo é monotípico.[3]

O Cantador-ocráceo foi descrito pela primeira vez em 1932 pelo zoólogo John Todd Zimmer.[1]

Estado de conservaçãoEditar

Esta espécie tem um alcance muito grande e, portanto, não se aproxima dos limites para ser considerada Vulnerável sob o critério de tamanho de alcance (sua extensão de ocorrência é de cerca de 518.000 km2). A tendência da população parece estar diminuindo mas, mesmo assim, a espécie não se aproxima dos limiares para Vulnerável sob o critério de tendência da população. O tamanho da população não foi quantificado, mas não se acredita que se aproxime dos limiares para Vulnerável sob o critério de tamanho da população. Por estas razões, a espécie é avaliada como Pouco preocupante.[1]

PopulaçãoEditar

O tamanho da população global da espécie não foi quantificado, mas a espécie é descrita como cada vez mais comum. A população é estimada em um número de 500.000 a 1.000.000 de indivíduos maduros, com base em uma avaliação das descrições de abundância e tamanho do intervalo. Isso é consistente com as estimativas de densidade populacional registradas para congêneres com um tamanho corporal semelhante e com o fato de que apenas uma proporção da extensão estimada da ocorrência provavelmente será ocupada.[1]

A Lista Vermelha Nacional do Brasil estimou que a perda florestal no estado de Rondônia nas últimas três gerações foi entre 22 e 37%. Considerando que a espécie é sensível à fragmentação e às mudanças na floresta, suspeita-se que haja um declínio populacional de pelo menos 30% nesse período.[1]

Veja tambémEditar

Referências

  1. a b c d e f BirdLife International (2017). «Hypocnemis ochrogyna». IUCN Red List of Threatened Species. International Union for Conservation of Nature. Consultado em 21 de setembro de 2018 
  2. «Split Hypocnemis cantator by elevating H. flavescens, peruviana, subflava, ochrogyna and striata to species rank». Museum.lsu. lsu. 2017. Consultado em 21 de setembro de 2018 
  3. «Antbirds». World Bird List Version 8.1. International Ornithologists' Union. 2018. Consultado em 21/09/2018/  Verifique data em: |acessodata= (ajuda)

Ligações externasEditar