Virgin Records

Gravadora musical britânica
(Redirecionado de Caroline Records)

Virgin Records é uma gravadora e distribuidora de música de propriedade do Universal Music Group.[1][2][3][4] Ela foi originalmente lançada como uma gravadora britânica independente em 1972 e foi fundada pelos empresários Richard Branson, Simon Draper, Nik Powell e o músico Tom Newman. Tornou-se um sucesso mundial ao longo do tempo, com o sucesso dos artistas de platina Paula Abdul, Janet Jackson, Devo, Tangerine Dream, Genesis, Phil Collins, the Human League, Culture Club, Simple Minds, Lenny Kravitz e Mike Oldfield entre outros, o que significa que na época em que foi vendida, era considerada uma grande gravadora, ao lado de outras grandes empresas independentes internacionais, como A&M e Island Records.[5]

Virgin Records
Empresa detentora Thorn EMI (1992–1996)
EMI (1996–2012)
Universal Music Group (2012–presente)
Fundação 1972; há 48 anos
Fundador(es) Richard Branson
Simon Draper
Nik Powell
Tom Newman
Distribuidor(es) EMI Records (Reino Unido)
Capitol Music Group (Estados Unidos)
Universal Music Distribution (Internacional)
Gênero(s) Vários
País de origem  Reino Unido
Página oficial virginmusic.com

A Virgin Records foi vendida para a EMI em 1992. A EMI, por sua vez, foi adquirida pelo Universal Music Group (UMG) em 2012, com a UMG criando a divisão Virgin EMI Records.[6] Em 2021, o braço musical independente da UMG, Caroline Distribution, foi renomeado como Virgin Music Label & Artist Services (operando como uma ramificação da Capitol),[7] com o nome da Virgin Records continuando a ser usado pela UMG em certos mercados como Alemanha e Japão.[8][9][10][11][12]

Venda à EMI e fusão com a CapitolEditar

Foi posteriormente vendida à EMI Records em 1992. As suas operações americanas foram fundidas com a Capitol Records em 2007 para criação do Capitol Music Group.

Criação da Virgin EMIEditar

Em 2013, a Universal Music do Reino Unido (UMG UK) fundiu EMI, Island, Mercury Records e Virgin para criar a Virgin EMI Records, que foi sua gravadora lider naquele país até junho de 2020.

Reorganização da UMG UK e reestabelecimento da EMIEditar

Em 2020, UMG UK renomeou Virgin EMI Records como EMI Records. Porém o logo e o site da Virgin EMI ficaram ativos e intactos até dezembro de 2020 por questões mercadológicas: a Virgin é vista no Reino Unido como a gravadora jovem e progressista. Já a EMI é vista como um selo adulto e conservador. Porém, em janeiro de 2021, o site da Virgin EMI tinha sido extinto e as tentativas de pesquisa passaram a ser redirecionadas para o Instagram da EMI UK.

Relação Virgin/EMIEditar

Para todos os fins Virgin distribui EMI nos EUA e EMI distribui Virgin no Reino Unido porque as gravadoras são co-irmãs dentro dos organogramas de UMG e Vivendi.

Referências

  1. http://www.virginmusic.com
  2. https://www.universalmusic.com/label/capitol-music-group/#virgin-music-label-artist-services-us
  3. https://www.universalmusic.com/label/virgin-music-label-artist-services/
  4. https://www.universalmusic.com/labels/
  5. Virgin: A History of Virgin Records by Terry Southern, URL accessed 6 de julho de 2011.
  6. «Our Labels & Brands». UMG (em inglês). Consultado em 28 de março de 2021 
  7. Aswad, Jem (18 de fevereiro de 2021). «Universal Music Launches Virgin Label and Artist Services Division». Variety (em inglês). Consultado em 28 de março de 2021 
  8. «Introducing Virgin Music Label & Artist Services | Virgin». Virgin.com (em inglês). Consultado em 28 de março de 2021 
  9. «UNIVERSAL MUSIC GROUP LAUNCHES VIRGIN MUSIC LABEL AND ARTIST SERVICES». UMG (em inglês). 18 de fevereiro de 2021. Consultado em 28 de março de 2021 
  10. «Universal launches Virgin Music Label & Artist Services around the world, rebranding Caroline and Caroline International». Music Business Worldwide (em inglês). 18 de fevereiro de 2021. Consultado em 28 de março de 2021 
  11. «UMG Launches Indie-Focused Virgin Music Label & Artist Services». Billboard (em inglês). Consultado em 28 de março de 2021 
  12. «Universal rebrands its label services business as Virgin Music | Complete Music Update». Consultado em 28 de março de 2021 
  Este artigo sobre uma gravadora é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.