Carta de Guiuque Cã ao papa Inocêncio IV

A carta de Guiuque Cã ao papa Inocêncio IV é uma carta de 1246 do terceiro grão-cã do Império Mongol ao papa da Igreja Católica, escrita em resposta a carta papal de 1245 Cum non solum. Guiuque, que tinha pouca compreensão da longínqua Europa ou do significado do papa nela, exigiu a submissão do papa e uma visita dos governantes do Ocidente para prestar homenagem ao poder mongol:[1]

Carta de Guiuque Cã
Deves dizer com o coração sincero: 'Seremos os teus súditos; dar-te-emos a nossa força'. Deves vir pessoalmente com os teus reis, todos juntos, sem exceção, para nos prestar serviço e prestar homenagem. Só então reconheceremos sua submissão. E se você não seguir a ordem de Deus e ir contra nossas ordens, nós o reconheceremos como nosso inimigo.
 
Carta de Guiuque[2].

Referências

  1. Rachewiltz 1971, p. 103.
  2. Roux 2003, p. 315.

BibliografiaEditar

  • Rachewiltz, I. (1971). Papal Envoys to the Great Khans. Palo Alto, Califórnia: Imprensa da Universidade de Stanford