Castelo do Neiva

freguesia do município de Viana do Castelo, Portugal

Castelo do Neiva é uma freguesia portuguesa do município de Viana do Castelo, com 6,94 km² de área[1] e 2719 habitantes (censo de 2021)[2]. A sua densidade populacional é 391,8 hab./km².

Portugal Portugal Castelo do Neiva 
  Freguesia  
Casa e Quinta de Monteverde, Castelo do Neiva,
Casa e Quinta de Monteverde, Castelo do Neiva,
Símbolos
Brasão de armas de Castelo do Neiva
Brasão de armas
Localização
Localização no município de Viana do Castelo
Localização no município de Viana do Castelo
Castelo do Neiva está localizado em: Portugal Continental
Castelo do Neiva
Localização de Castelo do Neiva em Portugal
Coordenadas 41° 37' 28" N 8° 47' 42" O
Região Norte
Sub-região Alto Minho
Distrito Viana do Castelo
Município VCT.png Viana do Castelo
Código 160910
Administração
Tipo Junta de freguesia
Características geográficas
Área total 6,94 km²
População total (2021) 2 719 hab.
Densidade 391,8 hab./km²
Outras informações
Orago Santiago Maior
Sítio http://www.jf-castelodoneiva.com

Tem um núcleo piscatório tradicional, onde ainda se pratica a apanha do sargaço.

DemografiaEditar

A população registada nos censos foi:[2]

População da freguesia de Castelo do Neiva[3]
AnoPop.±%
1864 1 455—    
1878 1 519+4.4%
1890 1 666+9.7%
1900 1 702+2.2%
1911 1 935+13.7%
1920 2 054+6.1%
1930 2 054+0.0%
1940 2 595+26.3%
1950 3 119+20.2%
1960 3 443+10.4%
1970 3 167−8.0%
1981 3 390+7.0%
1991 3 244−4.3%
2001 3 203−1.3%
2011 2 930−8.5%
2021 2 719−7.2%
Distribuição da População por Grupos Etários[4]
Ano 0-14 Anos 15-24 Anos 25-64 Anos > 65 Anos
2001 524 554 1634 491
2011 441 296 1563 630
2021 303 285 1412 719

HistóriaEditar

Denominou-se outrora Neiva ou Castelo. Esta freguesia da Ribeira Neiva formou, juntamente com a de São Romão, a vila que, no tempo de D. João I, se chamava Aguiar de Neiva.

Pertenceu ao padroado real, passando mais tarde a abadia da apresentação dos arcebispos de Braga, por troca confirmada pelo rei D. Dinis, em 1307.

E citada nas Inquirições afonsinas, de 1220 e 1258, tendo por padroeiro Santiago.

Em 1290, nas primeiras Inquirições de D. Dinis, figura com categoria de freguesia, no julgado de Neiva.

Na taxação das igrejas a que se procedeu em 1320, Santiago de Neiva foi tabelada em 120 libras.

No registo da cobrança das "colheitas" dos benefícios eclesiásticos do arcebispado de Braga, efetuado por D. Jorge da Costa, entre 1489 e 1493, tinha de rendimento 20 libras, o correspondente a 520 réis, em dinheiro com "morturas" e 26 réis de dízimas de searas.

Américo Costa descreve esta freguesia, que diz ter-se denominado, primeiro, Santiago de Neiva e, só mais tarde, Castelo do Neiva, como abadia da apresentação do Ordinário.

Administrativamente, e por ter sido sempre da Terra de Neiva, passou a fazer parte do termo e concelho de Barcelos, até aos começos do século XIX, altura em que passou ao concelho de Viana do Castelo.

PraiaEditar

Praia situada num ambiente rural, limitada por campos de cultivo, que contrastam vivamente com a deselegante envolvente urbanística. Regista grande afluência de turistas no Verão. Nos arredores existem vestígios arqueológicos da Idade do Ferro. [5]

PersonalidadesEditar

  • Nuno Soares Velho (morto depois de 1162), rico-homem do Reino de Portugal, foi um personagem influente na corte de Afonso Henriques e de Teresa de Leão entre 1117 e 1162. Foi alferes e governou o território de Neiva entre 1127
  • * Nuno Viegas que foi nobre e Senhor feudal, foi desta localidade.
  • Ermenegildo Muniz (irmão de Egas Moniz) foi alcaide desta localidade e castelo.

PatrimónioEditar

  • Monte do Castelo do Neiva ou Castro de Moldes
  • Casa e Quinta de Monteverde
  • Castelo de Neiva
  • Igreja de Santiago Maior Séc. IX
  • Marcos da Casa de Bragança
  • Capela de São Roque
  • Capela de Nossa Senhora das Neves
  • Capela de Nossa Senhora dos Emigrantes
  • Capela de Nossa Senhora de Guadalupe (séc. XVII)
  • Capela de Nossa Senhora das Mercês
  • Menir do Castelo
  • Salinas Medievais
  • Ponte do Sebastião
  • Ponte da Carvalha
  • Monumento a Nuno Álvares Pereira

Ligações externasEditar

Referências

  1. «Carta Administrativa Oficial de Portugal CAOP 2013». descarrega ficheiro zip/Excel. IGP Instituto Geográfico Português. Consultado em 10 de dezembro de 2013. Arquivado do original em 9 de dezembro de 2013 
  2. a b Instituto Nacional de Estatística (23 de novembro de 2022). «Censos 2021 - resultados definitivos» 
  3. Instituto Nacional de Estatística (Recenseamentos Gerais da População) - https://www.ine.pt/xportal/xmain?xpid=INE&xpgid=ine_publicacoes
  4. INE. «Censos 2011». Consultado em 11 de dezembro de 2022 
  5. Guia Visão das Praias (2004), pág. 18
  Este artigo sobre freguesias portuguesas é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.