Abrir menu principal

Catedral de Nossa Senhora da Candelária

Question book-4.svg
Esta página cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde junho de 2019). Ajude a inserir referências. Conteúdo não verificável poderá ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Catedral de Nossa Senhora da Candelária
Vista da frente da Catedral, em Corumbá
Estilo dominante Clássico
Construção 1887
Diocese Diocese de Corumbá
Local  Corumbá[1]
 Brasil

A Catedral Nossa Senhora da Candelária[2] é uma igreja que está localizada no centro da cidade de Corumbá, no Estado de Mato Grosso do Sul, no Brasil. É onde está alojada a padroeira do município (Nossa Senhora da Candelária). Um brasão da Coroa Portuguesa se destaca em seu altar.

HistóriaEditar

Foi construída em 1885 pelo pregador imperial e Vigário da Vara, Frei Mariano de Bagnaia. A igreja, segundo os historiadores, foi motivo de muita polêmica na época, porque o Frei, julgando-se herói da Guerra do Paraguai, ao sobreviver às torturas impostas pelos paraguaios, decidiu construí-la para se auto-homenagear. O bispado não concordou e, diz a lenda, Mariano teria jogado uma praga, amaldiçoando a cidade à estagnação e à pobreza por 100 anos enquanto não fossem descobertas as sandálias de Mariano, enterradas em local desconhecido. Coincidência ou não, a cidade sofre uma estagnação econômica desde o fim do comércio fluvial. A igreja foi inaugurada em 1887, com solenidade do ritual romano.

HistóriaEditar

Foi construída em 1885 pelo pregador imperial e Vigário da Vara, Frei Mariano de Bagnaia. A igreja, segundo os historiadores, foi motivo de muita polêmica na época, porque o Frei, julgando-se herói da Guerra do Paraguai, ao sobreviver às torturas impostas pelos paraguaios, decidiu construí-la para se auto-homenagear. O bispado não concordou e, diz a lenda, Mariano teria jogado uma praga, amaldiçoando a cidade á estagnação e pobreza por 100 anos enquanto não fossem descobertas as sandálias de Mariano, enterradas em local desconhecido. Coincidência ou não, a cidade sofre uma estagnação econômica desde o fim do comércio fluvial.

A igreja foi inaugurada em 1887, com solenidade do ritual romano.

DioceseEditar

A fundação oficial da Diocese de Corumbá ocorreu 23 anos depois, em 5 de abril de 1910, sendo desmembrada integralmente da Arquidiocese de Cuiabá, por meio da Bula Papal Novas Constituere. Na época, a diocese abrangia a área que hoje corresponde ao Estado de Mato Grosso do Sul e parte de Mato Grosso.

Referências

  1. Igreja Matriz - Wikimapia
  2. «Catedral Nossa Senhora da Candelária, Corumbá, Mato Grosso do Sul, Brazil». www.gcatholic.org. Consultado em 5 de novembro de 2016