Abrir menu principal

Cavalcanti (bairro do Rio de Janeiro)

bairro do Rio de Janeiro
(Redirecionado de Cavalcante (bairro do Rio de Janeiro))
Cavalcanti
Cavalcante.svg
Bairro do Rio de Janeiro Bandeira do Município do Rio de Janeiro.png
Área: 192,41 ha (em 2003)
Fundação: 23 de julho de 1910
IDH: 0,807[1](em 2000)
Habitantes: 16 141 (em 2010)[2]
Domicílios: 5 750 (em 2010)
Limites: Vicente de Carvalho, Tomás Coelho,
Piedade, Quintino Bocaiúva, Cascadura,
Engenheiro Leal, Madureira e Vaz Lobo[3]
Subprefeitura: Zona Norte
Região Administrativa: Madureira

Cavalcanti é um bairro da Zona Norte do município do Rio de Janeiro.

Seu IDH, no ano 2000, era de 0,807, o 83º melhor do município do Rio de Janeiro.[4]

Faz limite com os bairros de Vicente de Carvalho, Tomás Coelho, Piedade, Quintino Bocaiúva, Cascadura, Engenheiro Leal, Madureira e Vaz Lobo.[5]

Índice

HistóriaEditar

É servido por uma estação ferroviária que faz parte do ramal de Belford Roxo que pertence à linha auxiliar. Fica entre as estações de Mercadão de Madureira (antiga Magno) e estação de Tomás Coelho. É berço da escola de Samba Em Cima da Hora e de algumas celebridades como o jornalista Sérgio Cabral, o dançarino e coreógrafo Carlinhos de Jesus e o treinador de futebol Jair Pereira.

No dia 29 de junho comemora a festa do padroeiro Apóstolo São Pedro, que dura toda a semana. Temos também a Capela Nossa Senhora Aparecida (Primavera) e a Capela Nossa senhora da Guia (Parque Silva Vale). É um bairro essencialmente residencial, não há bancos e tem boas escolas particulares e públicas.

Tem duas academias de ginástica, uma praça com equipamentos de ginástica destinado aos idosos e quadra poliesportiva, feira livre aos sábados, igrejas evangélicas, clínica veterinária com atendimento especializado em cardiologia, oftalmologia, ultrassonografia, cirurgia, banho e tosa, várias lojas de materiais de construção, armarinho, auto-peças, supermercado, farmácia, pet shop e hortifruti.

O bairro é atendido por quatro linhas de ônibus que ligam ao centro da cidade, Madureira, Méier e Bonsucesso. Tem ainda outras linhas de ônibus e metrô no bairro vizinho de Tomás Coelho.

Já foi um bairro industrial servindo para inúmeras metalúrgicas e Publicadora Batista. Hoje ainda restam algumas metalúrgicas, porém com parque industrial reduzido.

Ver tambémEditar

Referências

Ligações externasEditar