Abrir menu principal
Clovis Pê
Lançamento do CD da Série A (Fotógrafo Henrique Matos) 11.jpg
Informações pessoais
Nome completo Clovis Peçanha de Azevedo
Data de nasc. 8 de março de 1966 (53 anos)
Local de nasc. Rio de Janeiro, Brasil
Grito de guerra "É só alegria. Sorria cavaco, sorria!"
Informações profissionais
Escolas de samba
Anos Escolas
1995-1997
2000-2005
2001
2003
2004
2005
2006-2007
20082013
2010
2010
2011
2012
2013
2014
2014-2017
2018
2019-
2020-
Jacarezinho
Mangueira (apoio)
Mocidade Alegre
Paraíso do Tuiuti
Lins Imperial
São Clemente
Caprichosos
Mocidade Alegre
Mangueira (apoio)
Sossego
São Clemente (apoio)
Caprichosos
Grande Rio (apoio)
Império Serrano
Vila Maria
Mangueira
São Clemente (apoio)
Estrela do Terceiro Milênio

Clovis Peçanha de Azevedo, mais conhecido como Clóvis Pê (Rio de Janeiro, 8 de Março de 1973) é um intérprete de samba-enredo carioca, considerado um dos principais "discípulos" de Jamelão devido ao período de grande identificação com a Mangueira. Possui inúmeros "cacos" e sua marca no carnaval paulistano, com o qual identificou-se muito bem, é o grito de guerra: "É só alegria. Sorria cavaco, sorria!!".

CarreiraEditar

Sua estréia foi na Tupy de Brás de Pina aos 12 anos compondo samba enredo tendo como grande influência sua mãe Gloria e seu pai Damião como mestre-sala e porta-bandeira da agremiação, e assim vendo que tinha talento partiu para Jacarezinho como compositor, ganhando o samba de sua autoria cantado, em 1992, que foi “A visita do Jacarezinho ao reino encantado de Maria Clara Machado”, pelo Grupo A. desde então, sua carreira como cantor e autor de samba-enredo teve uma ascensão meteórica. Antes de chegar à verde-e-rosa, também concorreu na Imperatriz.

Em quatro anos concorrendo nas disputas internas na Mangueira, o qual venceu em duas ocasiões (2001 e 2003), junto com Luizito, acompanhou Jamelão no carro de som. Também compôs sambas em São Paulo: foi autor do samba da Tucuruvi em 2000, e defendeu o hino da Mocidade Alegre no ano seguinte, onde foi também puxador ao lado de Daniel Collête. Após se destacar como sambista na Mangueira, passou a investir na carreira de cantor de samba, sempre em escolas de Grupos de Acesso, Passou pela Paraíso do Tuiuti, Vizinha Faladeira, Lins Imperial e São Clemente.

Até 2006, quando puxou pela primeira vez uma escola de samba, no Grupo Especial, a Caprichosos, aonde ficou até 2007.[1] E desde 2008 é intérprete oficial da escola de samba Mocidade Alegre de São Paulo.[1] e em 2010 foi intérprete oficial da Sossego. em 2011 voltou para a São Clemente, como apoio de Igor Sorriso.[2] e no ano de 2012, voltou a ser cantor da Caprichosos.[3][4] Em 2013, além sagrar-se bicampeão como intérprete oficial da Mocidade Alegre, Clóvis foi apoio de Emerson Dias e Nêgo, na Grande Rio.[5] após o afastamento do microfone principal da Mocidade Alegre.[6] Clóvis Pê acertou com o Império Serrano, aonde será intérprete oficial,[7][8] mas não ficará de fora da folia paulistana, onde será o intérprete oficial da Vila Maria.[9]

Em 4 de abril de 2017 anuncia através de suas redes sociais seu desligamento da Unidos de Vila Maria após 4 carnavais à frente do carro de som[10], nos anos seguintes esteve como apoio do carro de som da Mangueira e São Clemente. mas em 2020, acertou para ser cantor oficial da Estrela do Terceiro Milênio[11].

 
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Clóvis Pê

Referências

  1. a b Esquina do Samba (12 de julho de 2007). «Clóvis Pê fora da Caprichosos em 2008». Consultado em 21 de janeiro de 2012 
  2. O réporter. «São Clemente anuncia Clóvis Pê para cantar ao lado de Igor Sorriso». Consultado em 26 de outubro de 2010 
  3. Carnavalesco (1 de maio de 2011). «Clovis Pê é o novo intérprete da Caprichosos». Consultado em 14 de julho de 2011. Arquivado do original em 5 de maio de 2011 
  4. Patrícia Raposo, para o SRZD-Carnaval (23 de novembro de 2011). «Tudo é possível no mundo do Carnaval', diz Clóvis Pê». Consultado em 27 de novembro de 2011 
  5. Gabriel Matturo, para o SRZD-Carnaval (7 de novembro de 2012). «Primeira mão: Clovis Pê integra carro de som da Grande Rio». 18h34. Consultado em 8 de novembro de 2012 
  6. SRZD-Carnaval/SP (3 de abril de 2013). «Exclusivo: Clovis Pê não é mais intérprete oficial da Mocidade Alegre». 01h20. Consultado em 12 de abril de 2013 
  7. Patrícia Raposo, para o SRZD-Carnaval (12 de abril de 2013). «'O projeto do Império Serrano para 2014 me motivou', diz Clóvis Pê». 17h39. Consultado em 12 de abril de 2013 
  8. Rodrigo Coutinho-Carnavalesco (12 de abril de 2013). «Clóvis Pê: 'Tinha três propostas, mas escolhi o Império Serrano pela tradição e pela comunidade'». 13:18. Consultado em 12 de abril de 2013 
  9. SRZD-Carnaval/SP (18 de setembro de 2013). «'A Vila Maria não ganhou um cantor e sim um guerreiro que quer vencer', diz Clovis Pê». 00h45. Consultado em 25 de setembro de 2013 
  10. Rezende, Sidnei (7 de abril de 2017). «Exclusivo: Clovis Pê fala sobre sua saída da Vila Maria». SRZD 
  11. SRZD. «Clovis Pê é anunciado como intérprete da Estrela do Terceiro Milênio». Consultado em 21 de maio de 2019 
Precedido por
Nilson Valentim e Neguinho da Beija-Flor
Daniel Collête
Intérprete da Mocidade Alegre
2000
2008-2013
Sucedido por
Daniel Collête
Igor Sorriso
Precedido por
Anderson Paz
Intérprete da São Clemente
2005
Sucedido por
Leonardo Bessa
Precedido por
Serginho do Porto
Thiago Brito
Intérprete da Caprichosos
2006-2007
2012
Sucedido por
Zé Paulo Sierra
Celino Dias, Lico Monteiro, Sandro Motta
Precedido por
Freddy Vianna
Intérprete do Império Serrano
2014
Sucedido por
Cremilson Silva