Clarence Darrow

Clarence Seward Darrow (18 de abril de 1857 - 13 de março de 1938) foi um advogado norte-americano que se tornou famoso no início do século XX por seu envolvimento no julgamento de assassinato de Leopold e Loeb e no julgamento do "Macaco" Scopes. Ele foi um dos principais membros da União Americana pelas Liberdades Civis e um proeminente defensor da reforma econômica georgista.

Clarence Darrow
Nascimento 18 de abril de 1857
Município de Kinsman
Morte 13 de março de 1938 (80 anos)
Chicago
Cidadania Estados Unidos
Alma mater
Ocupação advogado, escritor, jurista
Obras destacadas The plea of Clarence Darrow, War Prisoners

Chamado de "advogado do interior sofisticado",[1] a sagacidade e a eloquência de Darrow fizeram dele um dos advogados e libertários civis mais proeminentes do país.[2] Ele defendeu clientes de alto nível em muitos julgamentos famosos do início do século XX, incluindo os assassinos adolescentes Leopold e Loeb pelo assassinato de Robert "Bobby" Franks, de 14 anos (1924); o professor John T. Scopes no Julgamento do "Macaco" Scopes (1925), no qual se opôs ao estadista e orador William Jennings Bryan; e Ossian Sweet em um caso de autodefesa racialmente carregado (1926).

Livros de DarrowEditar

Um volume das reminiscências da infância de Darrow, intitulado Farmington, foi publicado em Chicago em 1903 pela McClurg and Company.

Darrow dividiu escritórios com Edgar Lee Masters , que alcançou mais fama por sua poesia, em particular, a Spoon River Anthology, do que por sua defesa.

Os papéis de Clarence Darrow estão localizados na Biblioteca do Congresso e nas Bibliotecas da Universidade de Minnesota . O Riesenfeld Rare Books Research Center[3] da Faculdade de Direito da Universidade de Minnesota tem a maior coleção de material de Clarence Darrow, incluindo cartas pessoais de e para Darrow.[4]

Lista de livrosEditar

Referências

  1. Linder, Douglas O. (1997). "Who Is Clarence Darrow?" Arquivado março 10, 2009, no Wayback Machine, The Clarence Darrow Home Page
  2. Hakim, Joy (1995). War, Peace, and All That Jazz. New York, New York: Oxford University Press. pp. 44–45. ISBN 0-19-509514-6 
  3. minor049 (9 de fevereiro de 2017). «Riesenfeld Rare Books Research Center» 
  4. «The Clarence Darrow Collection». 2012. Cópia arquivada em 19 de abril de 2012 

Ligações externasEditar

 
O Wikiquote possui citações de ou sobre: Clarence Darrow
 
O Commons possui uma categoria com imagens e outros ficheiros sobre Clarence Darrow