Abrir menu principal

Clivo Publício ou Aclive Publício (em latim: Clivus Publicius) era uma da Roma Antiga localizada na XIII Região - Aventino, a primeira que levava ao alto do quarteirão plebeu do Aventino capaz de suportar o tráfego de carroças. Corresponde à moderna Clivo dos Publícios (Clivo dei Publicii).

HistóriaEditar

A rua foi aberta entre 241 e 238 a.C. pelos edis plebeus Lúcio e Marco Publício Maleolo com recursos obtidos de multas aplicadas aos cidadãos que se apropriaram indevida de terras públicas[1].

Ela partia do Fórum Boário, nas imediações da Porta Trigêmina e da lateral ocidental do Circo Máximo e continuava ao longo da moderna Via di Santa Prisca até terminar no Vico das Piscinas Públicas (em latim: Vicus Piscinae Publicae)[1]. Desta rua partia uma outra rua muito antiga, o Vico Armilústrio (Vicus Armilustri), a moderna Via di Santa Sabina, que seguia até a Porta Lavernal da Muralha Serviana.

Nesta rua estava o Templo de Diana[1]. A região por onde passava o Clivo Publício foi fortemente impactada pelo incêndio de 203 a.C.[1][2].

Referências

  1. a b c d Clivus Publicius, p. 122-126
  2. Lívio, Ab Urbe Condita XXX, 26.