Abrir menu principal
Fachada do Colégio Arnaldo - Unidade Funcionários.

Colégio Arnaldo é um colégio de Belo Horizonte que possui duas unidades: a Unidade Funcionários, localizada no bairro Funcionários, e a Unidade Anchieta, antigo Colégio Arnaldinum São José, localizada no bairro Anchieta.

Unidade FuncionáriosEditar

Belo Horizonte era, no início do século XX, uma cidade adolescente, quando nela se instalou uma nova instituição educacional, o Colégio Arnaldo. Administrado pela Congregação do Verbo Divino, o Colégio acena, com seu nome, uma homenagem ao fundadores da sociedade religiosa, o padre Arnaldo Janssen. Na língua alemã, Arnaldo significa "águia valente" ou "ninho de águias", daí a utilização da figura simbólica da águia em seu escudo.

No entanto, mais do que figura simbólica, a instituição, nesses quase cem anos de existência, educou e formou seres humanos que, ao atravessarem as portas do Colégio tornaram-se personalidades de extrema importância e prestígio no panorama cultural, artístico, político, científico e econômico, não apenas na capital mineira, mas no Brasil como um todo.

Unidade AnchietaEditar

 
Entrada do colégio na Unidade Anchieta.

Em 1952, surgiu a idéia de usar a antiga Chácara do Colégio Arnaldo, que se situava na Rua Montes Claros 848, Bairro Anchieta. Lançaram a pedra fundamental em 1955, de um futuro prédio de dois pavimentos. O novo prédio a ser construído teria 2.500m com amplas salas, dormitórios, cozinha, auditório e uma pequena capela. A fachada principal do prédio seria para a rua Vitório Marçola, e não para a rua Montes Claros.

Ao final de 3 anos, isto é, no dia 31 de agosto de 1958, houve a inauguração do atual prédio Arnaldinum São José. Foram 3 anos de muito trabalho e orações do Pe. Marcos Frota o fundador e sua comunidade. Quando o Pe. Norberto tomou a direção do Arnaldinum juntamente com o Pe. Xavier, então Diretor do colégio Arnaldo, resolveram fundar, anexo ao seminário, um pequeno externato para as crianças do Bairro Anchieta.

Começaram em 15 de março de 1968 o curso pré-escolar e o curso primário. D. Hildegarda, como coordenadora, exerceu brilhantemente seu papel. Deixando o Pe. Norberto o cargo de diretor, veio substituí-lo o Pe. Werner Siebendrock que com seu entusiasmo, assumiu o seminário e o colégio.

Em 2009, o Colégio Arnaldinum São José passou a se chamar Colégio Arnaldo - Unidade Anchieta.

Ex-alunos famososEditar

Referências

  1. «Veja: Carlos Drummond de Andrade - Biografia». Consultado em 14 de outubro de 2009 
  2. «Cronologia Biográfica: João Guimarães Rosa». Consultado em 22 de janeiro de 2010 
  3. Comunicação da Secretaria do Colégio Arnaldo, em 23/04/2015.
  4. «Carta ao Colégio Arnaldo: Patrus Ananias -» (PDF). Consultado em 22 de janeiro de 2010 
  5. Carelli, Mario (1988). Corcel de Fogo: Vida e obra de Lúcio Cardoso 1ª ed. Rio de Janeiro: Guanabara. p. http://books.google.com.br/books/about/Corcel_de_fogo.html?hl=pt-BR&id=zpEtAAAAYAAJ. ISBN 8527701065 
  6. Superesportes. «Fruto de muito trabalho». Superesportes 

Ligações externasEditar

  Este artigo sobre educação ou sobre um educador é um esboço relacionado ao Projeto Ciências Sociais. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.