Colônia do Piauí

Colônia do Piauí
  Município do Brasil  
Hino
Gentílico coloniense
Localização
Localização de Colônia do Piauí no Piauí
Localização de Colônia do Piauí no Piauí
Mapa de Colônia do Piauí
Coordenadas 7° 13' 51" S 42° 10' 40" O
País Brasil
Unidade federativa Piauí
Municípios limítrofes Oeiras, Wall Ferraz, São Francisco do Piauí, Santo Inácio do Piauí, São José do Peixe e São Miguel do Fidalgo
Distância até a capital Não disponível
História
Fundação 29 de abril de 1992 (28 anos)
Aniversário 29 de abril
Administração
Prefeito(a) Lúcia de Fátima Barroso Moura de Abreu Sá (PP, 2017 – 2020)
Características geográficas
Área total [1] 947,879 km²
População total (est. IBGE/2018[2]) 7 651 hab.
Densidade 8,1 hab./km²
Clima Não disponível
Fuso horário Hora de Brasília (UTC−3)
Indicadores
IDH (PNUD/2000 [3]) 0,571 baixo
PIB (IBGE/2008[4]) R$ 22 727,639 mil
PIB per capita (IBGE/2008[4]) R$ 2 883,49

Colônia do Piauí é um município brasileiro do estado do Piauí, emancipado no dia 29 de Abril de 1992. Localiza-se a uma latitude 07º13'52" sul e a uma longitude 42º10'41" oeste, estando a uma altitude de 0 metros. Sua população estimada em 2018 foi de 7.651 habitantes. Possui uma área de 947,879 km².

Conhecida como "A terra da vaquejada", pois tem a vaquejada mais antiga do estado, fundada em 1976, e é sempre comemorada no mês de Julho, assim como a tradicional festa de vaqueiros iniciada em 1971.

HistóriaEditar

O povoamento iniciou pelo Saco do Rei primeiro nome da Colônia – ainda de maneira tímida. Aos poucos foram chegando moradores. Na época residiam no `` Saco`` algumas famílias: de João Criolo, Raimundo Doquinha, Antônio Neném, Eliseu, Sinhá, Águida, Antônio Lagoa, Maciniana, Elpídio, Barbina, Naboa.

A população foi se expandindo para o `` Alto”, lá residiam Benedita Dário, Raimundo Grande, Chico Preto, Joaquim Marrecas, Quelé, Manoel Antônio, Antônio Geraldo, Guardiana; no Tabuleiro – onde hoje é o centro da cidade – Eustáquio, Adelaide, Os Catulinos, Vitalina, e os Camilos; No Baixão: a família de Tonheiro e Joaquim Marrecas e no Mandacaru a família de Seu Zuca.

Todas as localidades do município, existentes hoje, já existiam.

A criação da Colônia Agrícola Nacional Saco do Rei data da década de 1940, no contexto internacional o mundo assistia o desenrolar da Segunda Guerra Mundial, conflito militar entre as grandes potências mundiais – países do eixo (Alemanha, Itália e Japão) x países aliados (Inglaterra, Estados Unidos e União Soviética). O conflito teve fim somente em 1945, com a explosão de bombas atômicas sobre as cidades japonesas Hiroshima e Nagasáqui. Depois da Segunda Guerra, o mundo teria um novo ordenamento geopolítico: capitalistas x socialistas.

TopônimoEditar

Em princípio as terras eram nacionais, pois pertenciam ao Rio de Janeiro – daí o nome Colônia Agrícola Nacional – depois passarão a pertencer ao Estado do Piauí.

Por sugestões de Dr. José Gusmão o nome deveria ser “Colônia Estrela do Norte” – devido à planta do lugar ter o formato de uma estrela. Mas permaneceu a primeira sugestão – Colônia Agrícola nacional do Piauí. Recebeu este nome por ser uma fazenda nacional voltada para a agricultura. Mesmo com a denominação CANPi ainda se usou por bastante tempo a terminação Saco do Rei – intitulada antes da chegada de Gusmão.

Referências

  1. https://cidades.ibge.gov.br/brasil/pi/colonia-do-piaui/panorama
  2. https://cidades.ibge.gov.br/brasil/pi/colonia-do-piaui/panorama
  3. «Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil». Atlas do Desenvolvimento Humano. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD). 2000. Consultado em 11 de outubro de 2008 
  4. a b «Produto Interno Bruto dos Municípios 2004-2008». Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Consultado em 11 de dezembro de 2010 

Ligações externasEditar

  Este artigo sobre municípios do estado do Piauí é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.