Abrir menu principal

Wikipédia β

Na literatura o Concretismo foi um movimento artístico surgido na década de 1950 que extinguia os versos e a sintaxe normal do discurso, dando grande importância à organização visual do texto.[1]

No movimento havia o intuito de acabar com a distinção entre forma e conteúdo e criar uma nova linguagem.

No Brasil, um grupo de concretistas de São Paulo, liderado pelos irmãos (Augusto e Haroldo de Campos), Décio Pignatari e José Lino, se destacou.

A partir da década de 1960, poetas e músicos do movimento, como Ferreira Gullar e Paulo Leminski, passaram a se envolver em temas sociais, surgindo várias tendências pós-concretistas. [2]

Referências

  1. Infopédia, Definição do termo, página visitada em 30 de março de 2015.
  2. Enciclopédia Itaú Cultural, Concretismo, página visitada em 30 de março de 2015.

Ver tambémEditar

Ligações externasEditar

  Este artigo sobre literatura é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.