Conde (Bahia)

município do Estado da Bahia, Brasil

Conde é um município brasileiro do estado da Bahia. Quem nasce no município é chamado de condense.[5] Possui uma área de 954,452 km².

Conde
  Município do Brasil  
Símbolos
Bandeira de Conde
Bandeira
Brasão de armas de Conde
Brasão de armas
Hino
Lema A Capital da Linha Verde
Gentílico condense
Localização
Localização de Conde na Bahia
Localização de Conde na Bahia
Localização de Conde na Bahia
Conde está localizado em: Brasil
Conde
Localização de Conde no Brasil
Mapa
Mapa de Conde
Coordenadas 11° 48' 50" S 37° 36' 39" O
País Brasil
Unidade federativa Bahia
Municípios limítrofes Esplanada, Jandaíra e Rio Real
Distância até a capital 187 km
História
Fundação 1935 (89 anos)
Administração
Prefeito(a) Antonio Eduardo Lins de Castro (Dudu Vieira) (MDB, 2021 – 2024)
Características geográficas
Área total [1] 964,637 km²
População total (estimativa IBGE/2021[2]) 26 223 hab.
Densidade 27,2 hab./km²
Clima Úmido a subúmido
Altitude 12 m
Fuso horário Hora de Brasília (UTC−3)
Indicadores
IDH (PNUD/2010[3]) 0,560 baixo
PIB (IBGE/2008[4]) R$ 86 555,929 mil
PIB per capita (IBGE/2008[4]) R$ 3 774,95
Sítio www.conde.ba.gov.br (Prefeitura)

Foi locação do filme produzido em 1990 Tieta do Agreste, da obra de Jorge Amado.

História editar

Os primeiros habitantes do Conde foram os índios tupinambás, e teve uma dominação similar a de vários outros municípios do Brasil. Com a concessão de Garcia D'avila, colonos portugueses exploram as terras e a partir disso criou-se o povoado de Itapicuru de Baixo, que se tornou em uma freguesia em 1792 com a edificação da igreja de Nossa Senhora do Monte de Itapicuru da praia.[6]

No ano de 1806, a então freguesia foi elevada à categoria de vila, com o nome de Vila do Conde.[7]

 
Rua no município do Conde, Bahia

Geografia editar

O município do Conde está situado na região geográfica do Litoral Norte da Bahia, nas seguintes coordenadas geográficas: 11º48’S e 37º37’W.[8] Faz parte da Microrregião de Entre Rios. Ele tem Alagoinhas como região imediata e Salvador como região de intermediária.[5] O município está situado a 178 km de Salvador.[9] A principal linha de acesso, saindo de Salvador, ao município é a BA 099, a Linha Verde.[10]

O bioma do território é a Mata Atlântica.[5] O clima da região é úmido a subúmido e úmido.[8]

Demografia editar

A população no último censo do IBGE, 2010, foi de 23 620, e conforme estimativas do IBGE de 2021, era de 26 223 habitantes.[2] Está na 133º posição referente aos municípios com maior população do Estado.[5]

Turismo editar

Conde concentra diversas atrações que fazem a alegria de nativos e visitantes. Dentre elas estão as diversas praias, rios, cachoeiras, dunas e construções históricas. Depois de ter acesso a esta lista, o turista já não sabe mais qual atrativo do município irá visitar primeiro.

O Conde, com suas belíssimas praias, faz parte de uma das zonas turísticas mais famosas do estado da Bahia, inclusive do Brasil, chamada de Costa dos Coqueiros. É umas das opções de turismo nacional.[11]

Apresentando cerca de 40 quilômetros de praia, o município de Conde tem no total 10 praias em seu território.[12]

Escorregar nas areias finas do Cavalo Russo, uma duna com aproximadamente 30 metros de altura, é uma brincadeira que encanta pessoas de todas as idades. Utilizando uma prancha, o praticante deve subir até topo da duna, respirar um pouco de ar puro e descer a toda velocidade até encontrar, no final do areal, as águas frias e calmas do rio Piranji.

Dentre as praias, há um destaque maior para a dos Artistas (também conhecida como Corre-Nu) por ficar mais próxima do famoso Sitio do Conde, além de esbanjar um mar de ondas fracas e águas cristalinas, envolto pela natureza. Lá, o turista encontrará barracas e quiosques, que vendem água de coco, cerveja gelada e deliciosos tira-gostos de frutos do mar.

O Sítio do Conde é um dos pontos mais procurados por concentrar a maioria das pousadas locais e uma grande infraestrutura turística. Ele fica a 6 km da sede do Conde e a 9 km da Linha Verde, com acesso totalmente asfaltado.

Por se tratar de uma antiga vila de pescadores, o ambiente deste lugarejo mistura uma rusticidade e sofisticação que encanta o visitante.

Siribinha, que fica no Sítio do Conde, tem duas praias de muita atração turística: A praia de Siribinha, e a Praia da Barra de Siribinha. Pra ir de Siribinha para a Barra de Siribinha é necessário fazer uso de uma embarcação.[13]

Praias editar

Prefeitos editar

  1. Hermógenes Gomes do Nascimento
  2. Perides Rodrigues Ferreira.
  3. João Bezerra (nomeado)
  4. Pedro Francisco de Castro.
  5. José Vieira Lins (Zeca Lins).
  6. Luiz Vieira de Castro.
  7. Celso Mendes de Lima.
  8. Geraldo Mendes Lins.
  9. Eduardo Cavalcante Lins.
  10. Walter de Carvalho Baptista.
  11. João Pinto de Castro.
  12. Manoel de Araújo Moreira.
  13. José Vieira Leite de Castro.
  14. Eliezer Mendes de Vasconcelos.
  15. Hélio Francisco dos Santos.
  16. Carlos Henrique Moreira da Silva.
  17. Hélio Francisco dos Santos.
  18. Paulo Almeida de Oliveira.
  19. Paulo Almeida de Oliveira.
  20. Antônio Eliud Souza Castro.
  21. Marly Leal de Oliveira.
  22. Antonio Eduardo Lins de Castro

Referências

  1. IBGE (10 de outubro de 2002). «Área territorial oficial». Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Consultado em 5 de dezembro de 2010 
  2. a b «Estimativa populacional 2021 IBGE». Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 28 de agosto de 2021. Consultado em 30 de agosto de 2021 
  3. «Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil» (PDF). Atlas do Desenvolvimento Humano. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD). 2010. Consultado em 2 de agosto de 2013 
  4. a b «Produto Interno Bruto dos Municípios 2004-2008». Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Consultado em 11 de dezembro de 2010 
  5. a b c d «Conde (BA)». IBGE. Consultado em 9 de agosto de 2021 
  6. Santos, Olindina do Nascimento (2018). «Tradição Oral das Mulheres Marisqueiras no Litoral do Munícipio de Conde - BA: Contos, Cantos e Casos». Revistas Uneb. Consultado em 10 de agosto de 2021 
  7. «História - Conde (BA)». IBGE. Consultado em 12 de agosto de 2021 
  8. a b COSTA-NETO, Eraldo Medeiros (2000). «Restrições e Preferências Alimentares em Comunidades de Pescadores do Município de Conde, Estado Da Bahia, Brasil». Scielo. Consultado em 9 de agosto de 2021 
  9. admin (29 de novembro de 2012). «Conde é a região mais interessante do litoral norte da Bahia». Guia de turismo e viagem de Salvador, Bahia e Nordeste. Consultado em 12 de agosto de 2021 
  10. Figueiredo, S. M. C.; Machado, A. J.; Araújo, T. M. F.; Araújo, H. A. B. (2011). «Zoneamento batimétrico das assembleias de foraminíferos da plataforma e talude continentais do município de Conde, Bahia» (PDF). UFRGS. Consultado em 15 de agosto de 2021 
  11. «Pós pandemia: Belas praias da Bahia são opção para quem prefere um destino nacional». Correio do Estado. Consultado em 10 de agosto de 2021 
  12. «Bahia: 7 paradas imperdíveis na Linha Verde (BA-099)». Viagem e Turismo. Consultado em 10 de agosto de 2021 
  13. Bahia, Rede. «Renata Menezes dá dicas sobre como chegar à região de Siribinha». GSHOW. Consultado em 13 de agosto de 2021