Abrir menu principal
Conodomário
Rei alamano
Reinado século IV
Soldo de Juliano

Conodomário (em latim: Chnodomarius; fl. 352-357) ou Cnodomário foi um rei alamano da gau de Uffgau.[1] Pouco se sabe sobre seu parentesco, exceto que era irmão de Mederico e tio de Agenarico.[2] A primeira menção a ele ocorrem em 352 quando, durante a rebelião de Magnêncio (r. 350–353), Conodomário confrontou e derrotou o césar e irmão do rebelde, Decêncio. Provavelmente esta ação foi orquestrada mediante um acordo secreto entre o rei alamano e o imperador Constâncio II (r. 337–361), contra quem Magnêncio rebelou-se.[3][4]

Sob sua liderança e de seu sobrinho Agenarico, assim como de vários outros nobres alamanos, tais como Hortário, Suomário, Úrio, Ursicino e Vestralpo, reivindicaram a margem esquerda do rio Reno. Porém a coalização alamana foi derrotada pelo césar Juliano, o Apóstata em 357 na Batalha de Argentorato, nas proximidades de Argentorato (atual Estrasburgo). Feito prisioneiro[2] e levado a Roma, Conodomário morreu alguns anos mais tarde no quartel de tropas estrangeiras no monte Célio.[5][6]

Referências

BibliografiaEditar

  • Cameron, Averil; Garnsey, Peter (1998). The Cambridge Ancient History. Volume 13 - The Late Empire, A.D. 337—425. Cambridge: Cambridge University Press. ISBN 0-521-30200-5 
  • Drinkwater, John F. (2007). The Alamanni and Rome 213-496 (Caracalla to Clovis). Oxford: Oxford University Press. ISBN 0-19-929568-9 
  • Isis von Oken (1818). Isis von Oken, Edições 1-6. [S.l.: s.n.] 
  • Martindale, J. R.; Jones, Arnold Hugh Martin; Morris, John (1971). The prosopography of the later Roman Empire - Vol. I AD 260-395. Cambridge e Nova Iorque: Cambridge University Press 
  • Potter, David Stone (2004). The Roman Empire at Bay AD 180–395. Londres/Nova Iorque: Routledge. ISBN 0-415-10057-7