Corinthians 10–1 Tiradentes

Corinthians 10–1 Tiradentes foi um jogo realizado pelo Campeonato Brasileiro de 1983 entre as equipes do Corinthians e do Tiradentes. A partida, realizada em 9 de fevereiro de 1983 no Estádio do Canindé, teve como destaque os 4 gols de Sócrates, enquanto Paulo Egídio fez dois gols. É, até hoje, a maior goleada na história do Campeonato Brasileiro[1].

Corinthians 10–1 Tiradentes
Evento Campeonato Brasileiro de Futebol de 1983
Data 9 de fevereiro de 1983
Local Estádio do Canindé, São Paulo

Primeiro tempoEditar

O Tiradentes ensaiou uma surpresa aos 18 minutos do primeiro tempo, depois que o meia Sabará, de pênalti, fez o primeiro gol do jogo (foi também o único do "Tigre da PM" na partida).

Sócrates empatou o jogo aos 24 minutos, também numa cobrança de pênalti, e virou o placar aos 31, aproveitando passe de Ataliba. Biro-Biro ampliou aos 37, de cabeça, recebendo um cruzamento de Paulo Egídio. Sócrates completou o hat-trick aos 42 minutos, cobrando falta - a bola chegou a bater na trave antes de entrar. 2 minutos depois, Paulo Egídio recebeu passe de Alfinete e fez o quinto gol corintiano.

Segundo tempoEditar

Na segunda etapa, o Corinthians continuou dominando o jogo, e aos 4 minutos, Ataliba fez de voleio o sexto gol do Corinthians. Aos 8, Wladimir, de bicicleta, fez o sétimo gol da equipe paulista. Paulo Egídio foi o autor do oitavo gol corintiano aos 17 minutos, batendo por baixo do goleiro Neto.

Também de pênalti, Sócrates fez, aos 33, o quarto gol dele e o nono do Corinthians na partida. Vidotti, que entrara no lugar de Ataliba, recebeu de Wladimir e bateu no canto de Neto, fazendo o décimo gol, aos 42 minutos.

Detalhes da PartidaEditar

9 de fevereiro de 1983 Corinthians 10 – 1 Tiradentes Estádio do Canindé, São Paulo

Sócrates   24' (pen),   31',   42',   78' (pen)
Paulo Egídio   44',   62'
Biro-Biro   37'
Ataliba   49'
Wladimir   53'
Vidotti   87'
Relatório Sabará   pen' (18) Público: 17,921
     
 
 
Corinthians
     
 
 
Tiradentes
Corinthians:
GK   Solito
LD   Alfinete
Z   Mauro
Z   Daniel González
LE   Wladimir
MC   Paulinho
MC   Biro-Biro
MC   Sócrates
MC   Zenon   77'
AT   Ataliba   77'
AT   Paulo Egídio
Reservas:
MC   Eduardo   77'
AT   Vidotti   77'
Técnico:
  Mário Travaglini
Tiradentes:
GK   Neto
LD   Waldinar   ND'
Z   Wagner
Z   Baiano
Z   Zezé   62'
V   Zuega
V   Durval
MC   Hélio Rocha   62'
MC   Sabará
AT   Joniel
AT   Luís Sérgio
Reservas:
Z   Geová   62'
AT   Etevaldo   62'
Técnico:
  Alberino de Paula

NotasEditar

  • Esta é a maior goleada na história do Campeonato Brasileiro.
  • No primeiro jogo entre os times, realizado em Teresina, o Tiradentes vencera o Corinthians por 2 a 1 (gols de Sabará e Hélio Rocha para o Tigre, e Sócrates para o Timão).
  • Dos 22 jogadores que iniciaram o jogo realizado em São Paulo, apenas Walter Casagrande ficou de fora do time titular do Corinthians, enquanto no lado do Tiradentes Neto, Baiano, Zezé e Durval substituíram, respectivamente, Batista, Valter Maranhão, Valter Piauí e Olivan (além do atacante Carlinhos Bacurau, que entrara na primeira partida).

Ver tambémEditar

Referências

  1. «Em 1983, Corinthians impôs a maior goleada da história do Brasileirão». Portal Terra. 8 de maio de 2015. Consultado em 29 de dezembro de 2019 
  Este artigo sobre futebol é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.