Cowboy Bebop (2021)

Cowboy Bebop é uma série de televisão americana de ficção cientifica criada por André Nemec baseado no anime de mesmo nome foi escrita por Christopher Yost e é estrelada pelos atores John Cho, Mustafa Shakir, Daniella Pineda, Elena Satine e Alex Hassell. Os primeiros 10 episódios foram lançados no dia 19 de novembro de 2021 na Netflix.[1] A temporada foi criticada por seu enredo, edição e cenas de ação, mas foi elogiada por seu elenco principal.

Cowboy Bebop
Cowboy Bebop (PT)
Informação geral
Formato série
Gênero
Duração 45–47 minutos
Criador(es) André Nemec
Baseado em Cowboy Bebop, de Hajime Yatate
País de origem  Estados Unidos
Idioma original inglês
Produção
Produtor(es) Neal Ahern
Produtor(es) executivo(s)
Câmera Câmera única
Distribuição Netflix
Elenco
Empresa(s) produtora(s)
Tomorrow Studios
Midnight Radio
Sunrise Inc.
Exibição
Transmissão original 19 de novembro de 2021 (2021-11-19)
Temporadas 1
Episódios 10

Em 10 de dezembro de 2021 foi confirmado o cancelamento da série, o motivo foram as críticas do público. Mesmo a série tendo sido bastante assistida no lançamento, a audiência caiu drasticamente na última semana de novembro.[2]

ResumoEditar

A história se passa no ano de 2071, a série enfoca as aventuras de um grupo desorganizado de caçadores de recompensas perseguindo criminosos em todo o Sistema Solar na nave Bebop.[3]

ElencoEditar

PrincipalEditar

RecorrenteEditar

Participações especiaisEditar

  • Jan Uddin
  • Cali Nelle como Abdul Hakim
  • Adrienne Barbeau como Maria Murdock
  • Josh Randall como Pierrot Le Fou
  • Rodney Cook

CríticaEditar

A resposta crítica à série foi descrita como "mista"[4][5][6][7][8] e "amplamente negativa".[9][10][11][12] No agregador de resenhas Rotten Tomatoes, a série possui um índice de aprovação de 48% com base em 64 críticas, com uma classificação média de 5,8/10.[13] O consenso dos críticos do site diz: "'Talvez da próxima vez, Space Cowboy'. Este live action tem uma equipe divertida o suficiente para passar o tempo, mas decepcionantemente substitui a emoção do material original por algo Kitsch."[14][15] De acordo com Metacritic, que calculou uma pontuação média de 45 em 100 a partir de 26 críticas, a série recebeu "críticas mistas ou médias".[16]

ProduçãoEditar

Em 6 de junho de 2017 foi anunciado que haveria a produção do live action de Cowboy Bebop com produção da Tomorrow Studios em parceria com Marty Adelstein e o estúdio Sunrise, que foi o produtor do anime original. Em 27 de novembro de 2018, a Netflix anunciou que a série live action estaria indo para seu serviço de streaming.[17]

Referências

  1. «Netflix divulga novas imagens do live-action de Cowboy Bebop». JovemNerd. 13 de outubro de 2021. Consultado em 20 de outubro de 2021 
  2. «"Cowboy Bebop": série da Netflix é cancelada após 1ª temporada». Tracklist. 11 de dezembro de 2021. Consultado em 13 de dezembro de 2021 
  3. «Cowboy Bebop ganha trailer de sua série na Netflix; assista agora!». Canaltech. 13 de outubro de 2021. Consultado em 20 de outubro de 2021 
  4. «Netflix's 'Cowboy Bebop' Finally Has Critics And Audiences On The Exact Same Page». Forbes. But now that the show has arrived, it's getting extremely mixed reviews. 
  5. «Netflix's Cowboy Bebop — Where is Ed in season 1?». Digital Spy. The implication, of course, is that Ed will return in season two with a much bigger role, assuming that Netflix even renews Cowboy Bebop following all those mixed reviews. 
  6. «The soundtrack for Netflix's Cowboy Bebop hits streaming platforms on November 19th». The Verge. The early reaction to Netflix's live-action adaptation of Cowboy Bebop has been mixed, but there's one thing that everyone seems to agree on: the soundtrack is killer. 
  7. Owen, Rob. «TV Talk: Point Park grad goes to Mars in Netflix's live-action 'Cowboy Bebop'». TribLIVE (em inglês). Pittsburgh Tribune-Review. Critical reactions to Netflix's live-action Cowboy Bebop have been a mixed bag. 
  8. «One Cowboy Bebop Netflix Line Is Already Becoming Infamous». IGN. Netflix's live-action adaptation of Cowboy Bebop has received a divisive reception since its premiere, and one line in particular has already taken the internet by storm, and probably not for the right reasons. 
  9. «Why Netflix's Cowboy Bebop Reviews Are So Negative». Screen Rant. Reviews are in for Netflix's Cowboy Bebop, and unfortunately, they've been skewing largely negative. [...] With reviews for Netflix's Cowboy Bebop being largely negative, that skepticism appears to be largely justified. Critics have felt that the show tried too hard to stick to the original Cowboy Bebop anime while failing to capture the magic of what made it work, and at the same time, its attempts at doing something new ultimately fall flat for how they undermine the parts of the show people are invested in. 
  10. «Cowboy Bebop — the anime and the John Cho Netflix reboot — explained». Vox.com. Still, critics have largely panned the new series, arguing that what changes it did make were much for the worse, drastically weakening the show's sophisticated center by losing itself in its self-aware glitz — simultaneously a paint-by-numbers copy of the original and not faithful enough. 
  11. «Why Are Netflix's Cowboy Bebop Reviews So Negative?». Comic Book Resources. The reception from sites such as Rotten Tomatoes and Metacritic is somewhat mixed, though it's definitely more negative than positive. 
  12. «Netflix's Cowboy Bebop adaptation receives mostly negative reactions in first reviews». Digital Spy. Cowboy Bebop reviews are in, but unfortunately for fans of the original anime series that were hoping Netflix's live-action adaptation would live up to their expectations, they're mostly negative. 
  13. «Cowboy Bebop: Season 1». Rotten Tomatoes (em inglês). Consultado em 19 de novembro de 2021 
  14. «Cowboy Bebop» (tv). Rotten Tomatoes 
  15. «Cowboy Bebop (2021)». metacritic 
  16. «Cowboy Bebop (2021) - TV Show Series». Metacritic (em inglês). Consultado em 19 de novembro de 2021 
  17. «Netflix vai lançar a série "Cowboy Bebop" em live-action». Uol. 13 de outubro de 2021. Consultado em 20 de outubro de 2021 

Ligações externasEditar