Abrir menu principal

Cronologia dos antecedentes da Segunda Guerra Mundial

Esta é uma cronologia dos antecedentes da Segunda Guerra Mundial.

Índice

1933Editar

  • 30 de janeiro: Adolf Hitler torna-se Chanceler da Alemanha.
  • 27 de fevereiro: Incêndio destrói o Reichstag em Berlim.
  • 5 de março: Eleições gerais na Alemanha.
  • 12 de março: Campo de concentração aberto em Oranienburg, arredores de Berlim.
  • 22 de março: Abertura do campo de concentração de Dachau.
  • 23 de março: Poder ditatorial entregue a Hitler oficialmente.
  • 27 de março: O Japão sai da Sociedade das Nações.
  • 1 de abril: Boicote nazista às lojas de judeus na Alemanha.
  • 26 de abril: Criação da Gestapo.
  • 10 de maio: Nazistas queimam livros na Alemanha.
  • 21 de junho: Os partidos não-Nazis são proibidos na Alemanha.
  • 14 de julho: Formação de novos partidos políticos proibida na Alemanha.
  • 7 de agosto: Parlamento austríaco dissolvido por Engelbert Dolfuss.
  • 25 de setembro: Criação do Secretariado de Propaganda Nacional (SPN), sob a direção de António Ferra e supervisão direta de Salazar.
  • 16 de outubro: Alemanha declara a intenção de sair da Sociedade das Nações.
  • 16 de outubro: Presidente do Brasil Getúlio Vargas intitula-se ditador.
  • 17 de outubro: Albert Einstein chega aos Estados Unidos como refugiado da Alemanha Nazi.

1934Editar

1935Editar

1936Editar

1937Editar

1938Editar

1939Editar

  • 30 de janeiro: Em discurso ao Parlamento, Hitler fala na destruição dos judeus.
  • 2 de fevereiro: Hungria junta-se ao Pacto Anticomintern.
  • 15 de fevereiro: Navio militar Bismarck é lançado pela Alemanha.
  • 27 de fevereiro: Reino Unido e França reconhecem governo de Franco.
  • 2 de março: Pio XII torna-se Papa.
  • 15 de março: Alemanha ocupa Tchecoslováquia.
  • 28 de março: Polônia não cede Danzig a Hitler. Termina a Guerra Civil Espanhola.
  • 30 de março: França e Grã-Bretanha prometem defender Polônia.
  • 3 de abril: Hitler ordena plano de invasão da Polônia.
  • 7 de abril: Itália invade Albânia.
  • 11 de abril: Hungria abandona a Liga das Nações.
  • 15 de abril: Estados Unidos propõem pacto para impedir guerra na Europa.
  • 7 de maio: Espanha abandona a Liga das Nações.
  • 22 de maio: Alemanha forma aliança política e militar com Itália, o Pacto de Ferro.
  • 3 de junho: Churchill alerta para possibilidade de guerra com Alemanha.
  • Julho: Hitler volta a exigir a devolução de Danzig pela Polônia.
  • 4 de julho: O campo de concentração de Neuengamme torna-se autônomo.
  • 2 de agosto: Albert Einstein escreve ao Presidente Franklin Roosevelt acerca do desenvolvimento da bomba atômica.
  • 23 de agosto: Alemanha e URSS assinam pacto de não-agressão.
  • 25 de agosto: Grã-Bretanha e Polônia assinam pacto.
  • 30 de agosto: Polônia inicia a mobilização militar.
  • 31 de agosto: Frota britânica se mobiliza.
  • 1 de setembro: Invasão da Polónia pela Alemanha. França e Reino Unido declaram guerra 2 dias depois.

Ver tambémEditar

Ligações externasEditar