Abrir menu principal
Question book.svg
Este artigo ou secção não cita fontes confiáveis e independentes (desde agosto de 2012). Ajude a inserir referências.
O conteúdo não verificável pode ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Confederação cumano-quipchaco no século XIII
Brasões da Cumânia

A Cumânia é uma região da Europa Central e Oriental que foi habitada pelos Cumanos. O termo designava inicialmente a Confederação dos Cumanos que existiu entre os séculos XI e XII no Cazaquistão, sul da Rússia, Ucrânia, sul da Moldávia, oeste da Valáquia, embora esses limites tenham sido voláteis e variaram conforme o ponto de vista:

O termo perdeu rapidamente seu sentido de etnia para tomar um significado político, tendo sobrevivido à queda do Império Cumano:

  • na Hungria, os refugiados cumanos criaram duas regiões chamadas Cumânia (kunság) na Grande Planície Húngara : a Grande Cumânia (Nagykunság) e a Pequena Cumânia (Kiskunság). Nessas duas regiões os cumanos preservam sua língua e suas tradições até os dias de hoje..
  • Na Romênia existiu uma Diocese da Cumânia até 1523, criada quando os cumanos se converteram ao Catolicismo em 1227. Essa diocese sob o sufrágio do arcebispo de Esztergom permitiu ao rei Bela IV da Hungria obter o título de Rex Cumaniae (Rei da Cumânia) em 1228. Tal diocese, cuja sede era Milcov, terminou por reunir todos os católicos de Țara Bârsei e da Muntênia, de qualquer etnia, embora o termo cumano designe pos católocos da Valáquia em oposição aos ortodoxos da região.