Désiré-Joseph Mercier

Désiré-Félicien-François-Josep Mercier (Braine-l'Alleud, 21 de Novembro de 1851Bruxelas, 23 de Janeiro de 1926) foi um prelado belga da Igreja Católica Romana que serviu como arcebispo de Bruxelas-Mechelen de 1906 até falecer. Foi elevado a cardeal em 1907. Doutor em Filosofia, distinguiu-se como um dos líderes do movimento neotomista e como um defensor acérrimo da resistência belga à ocupação alemã em 1914. O seu pensamento social terá influenciado o cardeal Leo Joseph Suenens na sua defesa da reforma da Igreja durante o Concílio Vaticano II (1962-1965).

Désiré-Joseph Mercier
Cardeal da Santa Igreja Romana
Arcebispo da Malinas
Atividade eclesiástica
Diocese Arquidiocese de Malinas-Bruxelas
Nomeação 21 de fevereiro de 1906
Predecessor Dom Pierre-Lambert Cardeal Goossens
Sucessor Dom Jozef-Ernest Cardeal van Roey
Mandato 1906 - 1926
Ordenação e nomeação
Ordenação presbiteral 4 de abril de 1874
por Dom Giacomo Cattani
Nomeação episcopal 21 de fevereiro de 1906
Ordenação episcopal 25 de março de 1906
por Dom Antonio Vico
Nomeado arcebispo 21 de fevereiro de 1906
Cardinalato
Criação 15 de abril de 1907
por Papa Pio X
Ordem Cardeal-presbítero
Título São Pedro Acorrentado
Brasão
Coat of arms of Désiré-Joseph Mercier.svg
Lema Christi Jesu Apostolus
Dados pessoais
Nascimento Braine-l'Alleud
21 de novembro de 1851
Morte Bruxelas
23 de janeiro de 1926 (74 anos)
Nacionalidade belga
dados em catholic-hierarchy.org
Cardeais
Categoria:Hierarquia católica
Projeto Catolicismo

Ligações externasEditar

  Este artigo é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o. Editor: considere marcar com um esboço mais específico.