A Daiso Industries Co. Ltd. (株式会社大創産業 Daisô Kabushiki Gaisha em japonês), mais conhecida como Daiso Japan ou Daiso, é uma empresa multinacional do Japão considerada a maior administradora de 100-yen shops ou lojas de 1,99 do mundo. Foi fundada em 1972 por Hirotake Yano como Yano Shoten Ltd[1]

Daiso
Loja da Daiso em Richmond no Canadá
Nome nativo 株式会社大創産業
Nome romanizado Daisô Kabushiki Gaisha
Fundador(es) Hirotake Yano
Website oficial www.daiso-sangyo.co.jp

Atuação mundialEditar

A Daiso possui aproximadamente 4.200 lojas em 28 países, sendo 2.400 no Japão.[2][3]

A Daiso possui mais de 70.000 mil itens em seu portifólio entre itens de produtos para casa, cozinha, uso pessoal e animais para estimação e cada loja adquire seus produtos através de um catálogo online mundial da rede, cujos itens são produzidos na China, Coreia do Sul, Vietnã, Tailândia e Turquia.[4][5] Em 2007, após problemas na produção com seus fornecedores, a empresa construiu na Tailândia a maior fábrica de produtos plásticos do mundo.[6][7] Atualmente a empresa é um dos maiores grupos de varejo do mundo, com mais de 5.500 lojas, em 28 países, e um mix total de mais de 70 mil itens.[8]

A Daiso no BrasilEditar

A Daiso Japan Brasil é subsidiária da Daiso Kabushiki Kaisha. De acordo com a empresa, o Brasil foi um dos últimos países em que a Daiso iniciou suas atividades; isto ocorreu em 2012, bem no coração da cidade de São Paulo, iniciando seu projeto com a inauguração de sua primeira unidade, na Rua Direita, e com um modesto centro de distribuição em Riacho Grande, distrito do município de São Bernardo do Campo. A entrada no Brasil foi pioneira, e teve em vista alcançar o mercado da América Latina.[8][9] Tendo em 2021 cerca de 40 lojas em todo o Brasil, estas se juntam às mais de 4.000 lojas da rede Daiso.[8]

Em 17 de agosto de 2021 a Daiso Japan inaugurou a sua mais recente loja, escolhendo a cidade de Petrópolis, para entrar no mercado da Região Serrana do estado do Rio de Janeiro.[8] Tal emprrendimento visa consolidar a expansão da rede iniciada pelo interior do estado de São Paulo, alcançando posteriormente Paraná, Brasília, e Rio de Janeiro

Ver tambémEditar

Referências

  1. Venus Feng e Grace Huang (5 de julho de 2017). «Fundador da Daiso: de vendedor de peixe falido a bilionário». Exame. Consultado em 11 de julho de 2017 
  2. «History» (em inglês). Daisoglobal.com. Consultado em 11 de julho de 2017 
  3. «Once a bankrupt fishmonger, Hirotake Yano is now a ¥100 shop billionaire» (em inglês) 
  4. O Estado de S.Paulo (14 de dezembro de 2016). «Rede Hirota traz loja de conveniência estilo japonês». Isto É Dinheiro. Consultado em 11 de julho de 2017 
  5. Mariana Rosário (1 de junho de 2017). «Daiso: o paraíso de quem ama bugigangas». Veja. Consultado em 11 de julho de 2017 
  6. Liz Ohasian (24 de abril de 2015). «How the Japanese Store Daiso Became a Phenomenon» (em inglês). LA Weekly. Consultado em 11 de julho de 2017 
  7. Eduardo Nunomura (24 de março de 2017). «As lojas Daiso fazem sucesso vendendo quase tudo por R$ 6,99». Exame. Consultado em 11 de julho de 2017 
  8. a b c d «Armazém do Grão inaugura unidade no Centro e traz para Petrópolis primeira loja Daiso Japan da região serrana Nova loja conta, em seu segundo piso, com uma unidade da maior rede de variedades japonesas no Brasil». portal regional de notícias "Sou Petrópolis". 17 de agosto de 2021. Consultado em 17 de agosto de 2021 
  9. «Nossas lojas». Daiso (sítio oficial). Consultado em 17 de agosto de 2021 

Ligações externasEditar

Outros projetos Wikimedia também contêm material sobre este tema:
  Imagens e media no Commons
  Este artigo sobre uma empresa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.