Abrir menu principal
David Dinkins

David Norman Dinkins (Trenton, Nova Jérsei, 10 de julho de 1927) é um ex-político norte-americano. Foi o primeiro afro-americano a ocupar o cargo de prefeito de Nova Iorque. Dinkins é membro do Partido Democrata.[1]

Dinkins foi prefeito de Nova Iorque de 1 de janeiro de 1990 até 31 de dezembro de 1993.[2] Antes de ocupar o cargo, foi presidente do distrito de Manhattan entre 1986 e 1989.[3]

É casado com Joyce Dinkins, com quem tem dois filhos. Atualmente, tem um programa de rádio na WLIB, que é transmitido nas manhãs de sábado.[4]

GovernoEditar

 
Esta seção não cita fontes confiáveis e independentes (desde janeiro de 2018). Ajude a inserir referências.
O conteúdo não verificável pode ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
  • Promoveu redução significativa na taxa de criminalidade da cidade, e expandiu em 25% o recrutamento para o Departamento de Polícia de Nova Iorque.
  • Revitalizou habitações degradadas no norte do Harlem, Bronx e no sul do Brooklyn, apesar das restrições orçamentais significativas.
  • Autorizou a instalação de clínicas para a saúde mental.
  • Implementou políticas e ações que reduziram o tamanho da população sem abrigo da cidade a seu ponto mais baixo em 20 anos.


Referências

  1. Dinkins, David N.; Knobler, Peter (2013). A Mayor's Life: Governing New York's Gorgeous Mosaic. New York: PublicAffairs. ISBN 978-1-61039-301-0.
  2. Lankevich, George J. (2002). New York City: A Short History. [S.l.]: NYU Press via Books.google.com. pp. 237–238. Consultado em 23 de setembro de 2011 
  3. "Dinkins Seriously Considers Entering the Race for Mayor" Lynn, Frank, The New York Times, December 8, 1988
  4. «1190 WLIB - Your Praise & Inspiration Station - Praise Team: On-Air Schedule». Consultado em 30 de março de 2011. Arquivado do original em 1 de julho de 2007 

Ligações externasEditar

 
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre David Dinkins
Precedido por
Ed Koch
Prefeito de Nova Iorque
1990 — 1993
Sucedido por
Rudy Giuliani