Declaração de Great Barrington

proposta para terminar as restrições contra COVID-19

A Declaração de Great Barrington é uma declaração redigida e assinada no Instituto Americano de Pesquisa Econômica [en] em Great Barrington, Massachusetts em 4 de outubro de 2020.[1][2] Defende uma abordagem alternativa baseada em risco para a pandemia de COVID-19 que envolve a "Proteção Focada" daqueles que estão em maior risco e busca evitar ou minimizar o dano social dos lockdowns.[3][4]

A Declaração de Grande Barrington, em inglês

A declaração alega que os indivíduos com risco significativamente menor de mortes - bem como aqueles em maior risco que assim o desejem - sejam autorizados a retomar suas vidas normais, trabalhando normalmente em seus locais de trabalho habituais em vez de em casa, socializando em bares e restaurantes e em reuniões e eventos esportivos e culturais. A declaração afirma que o aumento da infecção daqueles com menor risco levaria a um aumento da imunidade na população que, eventualmente, também protegeria aqueles com maior risco de contrair o vírus SARS-CoV-2.[5] A declaração não menciona distanciamento social, uso de máscaras faciais nem estratégias de teste e rastreamento,[6] nem a "longa COVID [en]", que deixou muitas pessoas jovens e em forma sofrendo de sintomas debilitantes meses após uma infecção leve.[7][8]

A Organização Mundial da Saúde e vários órgãos acadêmicos e de saúde pública declararam que a estratégia proposta é perigosa, antiética e carece de uma base científica sólida.[9][10] Eles dizem que seria impossível proteger todos aqueles que são clinicamente vulneráveis, levando a um grande número de mortes evitáveis entre pessoas mais velhas e jovens com problemas de saúde subjacentes,[11][12] e alertam que os efeitos a longo prazo do COVID-19 ainda não são totalmente compreendidos.[13] Além disso, eles dizem que o componente de imunidade de rebanho da estratégia proposta é prejudicado pela duração limitada da imunidade pós-infecção. O resultado mais provável, dizem eles, seriam epidemias recorrentes, como era o caso de várias doenças infecciosas antes do advento da vacinação. A American Public Health Association [en] e 13 outros órgãos de saúde pública nos Estados Unidos advertiram em uma carta aberta conjunta que a Declaração de Great Barrington "não é uma estratégia, é uma declaração política. Ignora conhecimentos sólidos de saúde pública. Ela ataca uma população frustrada. Em vez de vender falsas esperanças que previsivelmente sairão pela culatra, devemos nos concentrar em como gerenciar esta pandemia de maneira segura, responsável e equitativa." O John Snow Memorandum é uma publicação de pesquisadores médicos sobre as falhas na abordagem proposta pelos autores da Declaração de Great Barrington.[14][15][16]

A Declaração de Grande Barrington foi elaborada por Sunetra Gupta da Universidade de Oxford, Jay Bhattacharya da Universidade de Stanford e Martin Kulldorff da Universidade de Harvard.[1] Foi custeada pelo Instituto Americano de Pesquisa Econômica, um think tank de orientação libertária que faz parte de uma rede de organizações financiadas pelos irmãos Koch [en] e ligadas ao negacionismo climático.[17][18]

Referências

  1. a b «AIER Hosts Top Epidemiologists, Authors of the Great Barrington Declaration». American Institute for Economic Research. 5 de outubro de 2020. Consultado em 10 de outubro de 2020. Cópia arquivada em 9 de outubro de 2020 
  2. Reynolds, Matt (7 de outubro de 2020). «There is no 'scientific divide' over herd immunity. There's a lot of talk of scientists divided over Covid-19, but when you look at the evidence any so-called divide starts to evaporate». Wired. Consultado em 7 de outubro de 2020. Cópia arquivada em 7 de outubro de 2020 
  3. Lenzer, Jeanne (7 de outubro de 2020). «Covid-19: Group of UK and US experts argues for "focused protection" instead of lockdowns». British Medical Association. British Medical Journal. doi:10.1136/bmj.m3908. Consultado em 18 de outubro de 2020 
  4. Sample, Ian (7 de outubro de 2020). «Why herd immunity strategy is regarded as fringe viewpoint». The Guardian. Consultado em 10 de outubro de 2020. Cópia arquivada em 10 de outubro de 2020 
  5. Sample, Ian (6 de outubro de 2020). «Scientists call for herd immunity Covid strategy for young». The Guardian. Consultado em 6 de outubro de 2020. Cópia arquivada em 6 de outubro de 2020 
  6. Kirkey, Sharon (9 de outubro de 2020). «New declaration calls for 'focused protection' to achieve COVID-19 herd immunity. Critics say it would be deadly». National Post. Toronto, Canada. Consultado em 10 de outubro de 2020 
  7. Staff (9 de outubro de 2020). «Herd immunity letter signed by fake experts including 'Dr Johnny Bananas'». The Irish News (em inglês). Consultado em 16 de outubro de 2020 
  8. Staff (6 de outubro de 2020). «expert reaction to Barrington Declaration, an open letter arguing against lockdown policies and for 'Focused Protection'» (em inglês). Science Media Centre. Consultado em 16 de outubro de 2020 
  9. Hellmann, Jessie (15 de outubro de 2020). «Dozens of public health groups, experts blast 'herd immunity' strategy backed by White House». The Hill. Consultado em 18 de outubro de 2020 
  10. Staff and agencies in Geneva (12 de outubro de 2020). «WHO chief says herd immunity approach to pandemic 'unethical'». The Guardian. Consultado em 12 de outubro de 2020 
  11. Rivas, Kayla (15 de outubro de 2020). «Fauci calls coronavirus herd immunity approach 'nonsense, very dangerous'». Fox News. Consultado em 17 de outubro de 2020 
  12. Finucane, Martin (14 de outubro de 2020). «Boston researchers join letter in The Lancet rejecting herd immunity strategy». The Boston Globe. Consultado em 18 de outubro de 2020 
  13. «WHO Director-General's opening remarks at the media briefing on COVID-19 - 12 October 2020». World Health Organization. 12 de outubro de 2020. Consultado em 12 de outubro de 2020 
  14. Alwan, Nisreen A.; Burgess, Rochelle Ann; Ashworth, Simon; Beale, Rupert; Bhadelia, Nahid; Bogaert, Debby; Dowd, Jennifer; Eckerle, Isabella; Goldman, Lynn R. (15 de outubro de 2020). «Scientific consensus on the COVID-19 pandemic: we need to act now». The Lancet (em English) (0). ISSN 0140-6736. doi:10.1016/S0140-6736(20)32153-X 
  15. Weise, Elizabeth. «Herd immunity strategy endorsed by White House a 'ridiculous' way to stop COVID-19, scientists say – it will just kill people». USA TODAY (em inglês). Consultado em 29 de outubro de 2020 
  16. «John Snow Memorandum». JOHN SNOW MEMORANDUM (em inglês). Consultado em 29 de outubro de 2020 
  17. Ahmed, Nafeez (9 de outubro de 2020). «Climate Science Denial Network Behind Great Barrington Declaration». Byline Times. Consultado em 11 de outubro de 2020. Cópia arquivada em 10 de outubro de 2020 
  18. Nafeez Ahmed (3 de outubro de 2020). «Koch-Funded PR Agency Aided Great Barrington Declaration Sponsor». www.bylinetimes.com (em inglês). Consultado em 13 de outubro de 2020 

Ligações externasEditar