Abrir menu principal
Disambig grey.svg Nota: Se procura por a amante de Aquiles e mãe de Neoptólemo, veja Deidamia.
Deidamia
Nascimento Século IV a.C.
Épiro
Morte Século IV a.C.
Cilícia
Progenitores Mãe:Fítia
Pai:Eácides I de Epiro
Cônjuge Demétrio I da Macedónia
Filho(s) Alexandre
Irmão(s) Pirro
Título rainha, princesa

Deidamia (? — 300 a.C.) foi uma irmã de Pirro e esposa de Demétrio Poliórcetes.

Índice

FamíliaEditar

Eácides I de Epiro e Fítia tiveram duas filhas, Deidamia e Troas, e um filho, Pirro.[1] Eácides era filho de Arribas de Epiro e de Troas,[2] que era irmã de Olímpia.[3] Fítia era filha de Menon da Tessália.[1]

Alianças matrimoniaisEditar

Deidamia havia sido prometida em casamento a Alexandre IV, o filho de Roxana, mas os planos não deram certo;[Nota 1] e quando ela teve idade, se casou com Demétrio Poliórcetes, filho de Antígono Monoftalmo.[4]

O casamento ocorreu logo após Demétrio haver libertado o Peloponeso;[5] eles se casaram em Argos, durante o festival de Hera.[6]

Batalha de IpsoEditar

Por causa desta aliança, Pirro, muito jovem, tomou parte na Batalha de Ipso ao lado de Demétrio, permaneceu com Demétrio mesmo em sua derrota, e foi enviado ao Egito de Ptolemeu I Sóter como refém quando Demétrio e Ptolemeu fizeram a paz.[7] Nesta batalha, em que morreu Antígono Monoftalmo,[8] Deidamia havia sido deixada em Atenas, com navios e dinheiro, como segurança.[9] Os atenienses, porém, não quiseram receber Demétrio após a batalha, e enviaram Deidamia a Mégara.[10]

MorteEditar

Quando Demétrio se aliou com Seleuco I Nicátor, entregando Estratonice, sua filha com Fila, em casamento com Seleuco,[11] e enviou Fila para seu irmão Cassandro, como embaixatriz, Deidamia veio da Grécia para ficar com Demétrio, mas logo depois morreu de doença.[12]

Após a morte de Deidamia, Pirro e Demétrio entraram em conflito, disputando a Macedônia.[13]

FilhoEditar

Demétrio e Deidamia tiveram um filho, Alexandre, que viveu e morreu no Egito.[14]

Notas e referências

Notas

  1. Alexandre e Roxana foram assassinados por Cassandro.

Referências

  1. a b Plutarco, Vidas Paralelas, Vida de Pirro 1.3 [em linha]
  2. Plutarco, Vidas Paralelas, Vida de Pirro 1.2
  3. Justino, Epítome das Histórias de Pompeu Trogo, 7.6 [la] [en] [en] [fr] [ru]
  4. Plutarco, Vidas Paralelas, Vida de Pirro 4.2
  5. Plutarco, Vidas Paralelas, Vida de Demétrio 25.1 [em linha]
  6. Plutarco, Vidas Paralelas, Vida de Demétrio 25.2
  7. Plutarco, Vidas Paralelas, Vida de Pirro 4.3
  8. Plutarco, Vidas Paralelas, Vida de Demétrio 29.5
  9. Plutarco, Vidas Paralelas, Vida de Demétrio 30.2
  10. Plutarco, Vidas Paralelas, Vida de Demétrio 30.3
  11. Plutarco, Vidas Paralelas, Vida de Demétrio 31.3
  12. Plutarco, Vidas Paralelas, Vida de Demétrio 32.3
  13. Plutarco, Vidas Paralelas, Vida de Pirro 7.2
  14. Plutarco, Vidas Paralelas, Vida de Demétrio 53.4
  Este artigo sobre História ou um(a) historiador(a) é um esboço relacionado ao Projeto História. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.