Abrir menu principal
Diana Costa e Silva
Outros nomes Diana Tavares
Diana Costa
Nascimento 2 de outubro de 1979 (39 anos)
Lisboa, Portugal Portugal
Nacionalidade portuguesa
Ocupação Atriz
Nomeações
2008 - Festival de Televisão de Monte Carlo

Diana Costa e Silva (Lisboa, 25 de Outubro de 1979) é uma actriz portuguesa.

Índice

BiografiaEditar

Diana Costa e Silva nasceu em Lisboa a 25 de Outubro de 1979.[1]

No cinema, a actriz começou a sua carreira em 1994 (perto dos 15 anos), participando no filme Cinco Dias, Cinco Noites (1996) de José Fonseca e Costa, seguindo-se filmes como Duplo Exílio (2001) ou A Corte do Norte (2008).[1] Pelo seu desempenho em Duplo Exílio, de Artur Ribeiro, Diana Costa e Silva seria distinguida no Festival de Cinema Luso-Brasileiro (2011), de Santa Maria da Feira.[2]

Em televisão, para além de telenovelas como O Jogo (2003) ou Podia Acabar o Mundo (2008), a actriz participou em séries como Bocage (2006), Nome de Código: Sintra (2007) ou O Dia do Regicídio (2008).[1] Foi precisamente pela sua participação em O Dia do Regicídio, de Fernando Vendrell, que Diana Costa e Silva foi uma das nomeadas no Festival de Televisão de Monte Carlo (2008), juntamente com Pedro Wallenstein, Ricardo Aibeo e Suzana Borges.[3]

No teatro, em 2009 Diana Costa e Silva fez parte do elenco da primeira peça da recém-criada companhia Teatro da Terra (Ponte de Sor) intitulada A Casa de Bernarda Alba, de Lorca, com encenação de Maria João Luís.[4]

TeatroEditar

CinemaEditar

Ano Título Ref.
1996 Cinco Dias, Cinco Noites [1]
1997 Le Bassin de J.W.
2000 A Noiva
2001 Duplo Exílio [1][2]
2007 Daqui p'rá Frente
2008 4 Copas
2008 A Corte do Norte [1]
2009 Histórias de Alice
2012 Florbela
2012 Em Segunda Mão
2012 O Rapaz que Ouvia Pássaros (curta metragem)
2013 Vagô (curta metragem)
2015 Emília (curta metragem) [7]

TelevisãoEditar

Referências

  1. a b c d e f g h i j k l m «Cansada de ser boazinha». Correio da Manhã. 9 de dezembro de 2008. Consultado em 25 de outubro de 2017 
  2. a b Agência Lusa; LYP/MLM (16 de Abril de 2001). ««No Quarto da Vanda» melhor filme do Festival Luso-Brasileiro». Público. Detectada potencial gralha em "3º Festival" dado que nesse ano se terá realizado a 5.ª edição. Consultado em 25 de outubro de 2017. Cópia arquivada em 25 de outubro de 2017 
  3. Francisco Pinto de Sousa (23 de março de 2011). «Ficção da RTP presente no Festival de Televisão da Europa». Hardmusica. Consultado em 25 de outubro de 2017 
  4. a b Agência Lusa; LYP/MLM (28 de maio de 2009). «Nova companhia nasce em Ponte de Sor com Maria João Luís». Diário de Notícias. Consultado em 25 de outubro de 2017 
  5. Agência Lusa; Francisco Fontes (18 de julho de 2011). «Teatro: Realizador António Ferreira encena peça de Rainer Werner Fassbinder para o Teatro D. Maria». SIC Notícias. Consultado em 25 de outubro de 2017 
  6. «"O Libertino" no Teatro da Trindade até 8 de abril». Diário de Notícias. 9 de março de 2012. Consultado em 25 de outubro de 2017 
  7. Isabel Tavares (15 de junho de 2015). «Diogo M. Borges. O contador de histórias». i. Consultado em 25 de outubro de 2017 

Ligações externasEditar

  Este artigo sobre uma atriz é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.