Dimitri Rebikoff
Nascimento 23 de março de 1921
Paris
Morte agosto de 1997 (76 anos)
Flórida
Cidadania França
Ocupação engenheiro, fotógrafo, inventor

Dimitri Rebikoff (Paris, 23 de março de 1921Flórida, agosto de 1997) foi um engenheiro, fotógrafo e inventor francês.

CarreiraEditar

Desenvolveu o primeiro flash electrónico subaquático, câmaras de filmar e em estéreo e a primeira scooter subaquática, a “Torpilha”, o “Pegasus” e o primeiro veículo teleguiado (ROV). A sua contribuição para o desenvolvimento da fotografia subaquática foi a todos os níveis, muito inovadora. Após a Segunda Grande Guerra, Dimitri Rebikoff estudou na Universidade de Sorbonne de Paris. Mais tarde mudou-se para Lausanne, na Suíça, onde abriu uma oficina e onde fez a sua primeira invenção, o colorímetro, um instrumento de medição da temperatura de cor.

InvençõesEditar

A invenção do flash portátil, de 1947, criou uma data marcante na fotografia técnico-científica. Tornou-se possível tirar uma fotografia de uma bala no momento do disparo com uma velocidade de exposição de 1 milionésimo de segundo.

Desenvolveu em 1952 a primeira “scooter subaquática”, “Torpille”, que mais tarde se transformou no primeiro veículo subaquático de controlo remoto, o “Poodle”.

Desenvolveu em 1953 o “Pegasus“, veículo subaquático tripulado por um mergulhador, o “Pegasus” foi equipado com instrumentos Gyro e revelou-se um sucesso internacional.

Em 1959 Ada e Dimitri Rebikoff mudaram-se para os Estados Unidos. Dimitri trabalhou como engenheiro chefe com companhias como Loral, Chicago Bridge, etc. Novas tecnologias levaram a maiores desenvolvimentos em televisão e em câmaras subaquáticas de alta velocidade.

Veículos subaquáticos como o “Pegasus” e o “Sea-Inspector”, equipados com câmaras subaquáticas, foram usados por empresas petrolíferas, a indústria cinematográfica, o Oceanographic Office e a Marinha dos Estados Unidos.

Em 1980 Dimitri Rebikoff estabeleceu o Rebikoff Institute of Marine Tecnology, um instituto sem fins lucrativos, em Fort Lauderdale, Florida.

[1]

Referências