Abrir menu principal
Diogo Pereira Coutinho
Nascimento 1922 (97 anos)
Lisboa
Cidadania Portugal
Ocupação empresário

Diogo Manuel de Castro Constâncio Pereira Coutinho (Lisboa, Lapa, 17 de Outubro de 1922) é um empresário português.

Índice

FamíliaEditar

D. Diogo Manuel de Castro Constâncio Pereira Coutinho era o terceiro filho varão de D. Fernando Pereira Coutinho e de sua mulher Elvira de Castro Constâncio.[1][2]. D. Diogo era neto, por via paterna, de D. António Xavier Pereira Coutinho e de sua mulher, D.ª Maria Isabel, filha do 5º marquês de Soydos.

BiografiaEditar

Dono duma considerável fortuna, que mantinha com investimentos financeiros, foi dono da SOMAFEL, empresa que fundou em 1956 entretanto vendida, já depois do 25 de Abril, em 1992, à Teixeira Duarte.[3]

É, também, criador de cavalos de corrida,[3] sendo dono dum dos mais valiosos e mais caros cavalos garanhões do mundo e o melhor da História em competições equestres, o célebre Baloubet du Rouet.[4]

Casamentos e descendênciaEditar

Casou primeira vez em Viseu, na Casa da Prebenda, a 15 de Julho de 1950 com Maria José Carlota de Castro Coutinho de Quevedo Pessanha (Lisboa, Coração de Jesus, 9 de Junho de 1916), filha de Vasco Francisco Caetano de Quevedo Pessanha de Vilhegas do Casal (Viseu, São Cipriano, 24 de Março de 1884 - Lisboa, São Mamede, 5 de Fevereiro de 1943), neto materno do 1.º Barão da Quinta do Ferro e 1.º Visconde da Quinta do Ferro, e de sua mulher (Lisboa, Coração de Jesus, 11 de Novembro de 1907) Maria Augusta Adelaide da Fonseca Coutinho e Castro (Lisboa, Beato, 26 de Novembro de 1885 - ?), neta materna do 1.º Visconde de Portalegre e bisneta do 1.º Visconde de Castelo Branco e do 1.º Barão de Oleiros e 1.º Visconde de Oleiros,[1] de quem tem dois filhos:

Casou segunda vez com Nicole de Preaulx (Château d'Oublaise, 30 de Julho de 1930), de quem foi terceiro marido, sem geração.[1]

Referências

  1. a b c "Livro Genealógico das Famílias desta Cidade de Portalegre", de Manuel da Costa Juzarte de Brito, Nuno Gonçalo Pereira Borrego e Gonçalo Manuel de Melo Gonçalves Guimarães, 1.ª Edição, Lisboa, 2002, p. 132
  2. "Anuário da Nobreza de Portugal - 2006", António Luís Cansado de Carvalho de Matos e Silva, Dislivro Histórica, 1.ª Edição, Lisboa, 2006, Tomo IV, pp. 392 e 395
  3. a b «Os ricos portugueses». Correio da manhã. Arquivado do original em 12 de novembro de 2013 
  4. «Apaixonado por cavalos, o milionário português Diogo Pereira Coutinho é dono de um dos mais valiosos garanhões do mundo e o melhor da história em competições equestres» (PDF). Jornal 24 Horas [ligação inativa]