Diogo Seixas Lopes

arquitecto português (1972-2016)

Diogo Seixas Lopes (Lisboa, 1972 - 18 de fevereiro de 2016), foi um arquiteto português.

Biografia editar

Licenciou-se em arquitetura na Faculdade de Arquitetura da Universidade de Lisboa em 1996 e doutorou-se no Instituto Federal de Tecnologia de Zurique.[1]

Na Universidade Autónoma de Lisboa, no Departamento de Arquitectura, foi Professor Assistente Convidado no período de 2000 a 2005 e na Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade de Coimbra foi Professor Auxiliar Convidado no Departamento de Arquitetura desde 2011.[2] Foi ainda, Professor Convidado na Universidade Carleton (Otava) e bolseiro do Centro Canadense de Arquitetura e da Fundação para a Ciência e a Tecnologia (FCT).[3]

Diogo Lopes foi vice-diretor da revista Jornal Arquitectos[3] (revista gratuita da Ordem dos Arquitetos)[4] e consultor da Garagem Sul do Centro Cultural de Belém,[3] espaço dedicado exclusivamente à arquitetura.[5]

Foi nomeado Curador, juntamente com o também arquiteto André Tavares, da 4.ª edição da Trienal de Arquitetura de Lisboa (TAL), que se realizaria no ano 2016 na capital.[6]

Em 2006, juntamente com a arquiteta Patrícia Barbas, fundou o ateliê Barbas Lopes Arquitectos.[7]

Faleceu a 18 de fevereiro de 2016, vítima de cancro.[8]

Livros publicados editar

  • Cimêncio Co-autor com Nuno Cera (fotógrafo) em 2002 ISBN 9789728529819 (Editora: Fenda)[1]
  • Tendenza, o som da confusão (opúsculo) (2010)[1]
  • Eduardo Souto de Moura: Atlas de Parede, Imagens de Método — editado em parceria com André Tavares em 2011[6] ISBN 9898217189

Referências

  1. a b c «Diogo Seixas Lopes / Tendenza, o som da confusão». Dafne editora. Consultado em 6 de Junho de 2014. Cópia arquivada em 13 de Maio de 2012 
  2. «Diogo Seixas Lopes». Departamento de Arquitectura da Universidade de Coimbra. Consultado em 6 de Junho de 2014. Cópia arquivada em 6 de Junho de 2014 
  3. a b c Romullo Baratto (17 de Janeiro de 2014). «Anunciados os curadores e o presidente executivo da Trienal de Arquitetura de Lisboa 2016». ArchDaily. Consultado em 6 de Junho de 2014. Cópia arquivada em 6 de Junho de 2014 
  4. «Ficha Técnica» (em inglês). Jornal Arquitectos. Consultado em 6 de Junho de 2014. Cópia arquivada em 14 de Fevereiro de 2014 
  5. «Garagem Sul / Exposições de Arquitectura». Centro Cultural de Belém. Consultado em 6 de Junho de 2014. Cópia arquivada em 6 de Junho de 2014 
  6. a b Sérgio C. Andrade (15 de Janeiro de 2014). «André Tavares e Diogo Seixas Lopes serão os curadores gerais da Trienal de Arquitectura de Lisboa em 2016». Jornal Público / Cultura. Consultado em 5 de Junho de 2014. Cópia arquivada em 22 de Janeiro de 2014 
  7. «Barbas Lopes Arquitectos» (em inglês). Porto Academy. Consultado em 6 de Junho de 2014. Cópia arquivada em 4 de Junho de 2014 
  8. «Morreu o arquitecto Diogo Seixas Lopes». PÚBLICO. Consultado em 18 de fevereiro de 2016