Diogo de Avis (c. 14251443), foi um infante de Portugal da dinastia de Avis, filho mais velho do infante João de Portugal e de sua esposa e sobrinha, Isabel de Bragança. Pelo lado de seu pai, era neto do rei D. João I e por sua mãe era neto de D. Afonso, primeiro Duque de Bragança.

Diogo de Portugal
Nascimento 1425
Morte 1443
Progenitores
Irmão(ã)(s) Beatriz de Portugal, Duquesa de Viseu, Isabel de Portugal, Rainha de Castela

Biografia editar

Logo após a morte de seu pai (1442) recebeu os títulos de 2.º Senhor de Reguengos, Colares e Belas e de 4.º Condestável de Portugal, sendo também eleito, em 24 de Janeiro de 1443, 11.º Mestre da Ordem de Santiago.

Recordemos que a atribuição do cargo de Condestável a D. Diogo, foi uma das causas dos desentendimentos entre o Regente D. Pedro e D. Afonso, duque de Bragança, que pretendia o cargo para o seu filho.

D. Diogo morreu nesse mesmo ano sem casar e sem descendência.

Realeza Portuguesa
Casa de Avis
Descendência

Bibliografia editar

  • "Nobreza de Portugal e do Brasil" – Vol. I, página 297. Publicado por Zairol Lda., Lisboa 1989.


Precedido por
João de Portugal
Condestáveis de Portugal
1442-1443
Sucedido por
Pedro de Coimbra
  Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.