Discussão:Tártaro (mitologia)

Adicionar discussão
Discussões ativas

Gente, estive lendo este artigo e me deparei com a descrição do "Tártaro" como a personificação do inferno. Posso muito bem estar enganado, mas o "inferno" por assim dizer é um conceito relacionado ao cristianismo e não encontra paralelo na mitologia grega.

O "tártaro" da mitologia grega é muito mais relacionado com o "escuro absoluto", o nada. Ir para o Tártaro significa cair em um abismo absoluto, completamente escuro, descrição que, como se pode ver, não tem nada a ver com o conceito de "inferno".

É importante ainda salientar que a bem da verdade, na mitologia grega não se encontram paralelos com o "inferno" cristão. Mesmo hades, o local para onde todos os mortos vão, pouco tem a ver com o conceito de um local para exploração e expiação dos pecados cometidos em vida. Hades, o Deus, também não encontra semelhanças com a figura de Lúcifer.

Deste modo pergunto se não seria oportuno uma revisão no termo apresentado neste artigo em prol de uma fidelidade maior do artigo com relação aos mitos gregos.

Abraços,

--Thiago Henrique Santos (discussão) 04h20min de 5 de julho de 2010 (UTC)

O TÁRTARO OU A PEDRA BRUTA POR OSWALDO WIRTH

A teoria dos Elementos, tal como a acabamos de apresentar, completa-se com as relações que poderiam ser estabelecidas entre a Cruz +, a Suástica e o Quadrado.

A esta última figura está vinculado o retângulo alongado que com o nome de Quadrado oblongo, representa para os franco-maçons o plano do recinto em que se realizam seus trabalhos.

É a imagem do espaço limitado, no seio do qual surgem as percepções.

Estende-se do Oeste ao Leste e do Norte ao Sul.

O universo infinito nele se reflete em pequena escala, reduzido às proporções artificiais do Mundo que nos é permitido conhecer.

Quando o Iniciado partindo do Ocidente,aprende a marchar como se fora num retângulo, recebe uma lição de pura filosofia positiva.

Para avançar em direção à luz, deve ele abster-se de toda precipitação e permanecer prudentemente na estreita área das coisas que tem a capacidade de comprovar.

O retângulo mais largo do que alto, indica por outra parte um predomínio da passividade.

Encontra-se no símbolo do Tártaro , matéria que os Filósofos sabem extrair de seu magistério.

Na maçonaria, é a Pedra bruta, que os aprendizes devem polir.

No exterior, apresenta-se em seu estado natural, rude e grosseira, mas possui uma textura compacta em seu interior, apreciada pelo artista que deverá talhar o bloco informe, talhando-o para livrá-lo de suas asperezas, para poli-lo e finalmente transformá-lo numa Pedra Cúbica perfeita.


O TÁRTARO OU A PEDRA BRUTA NA MITOLOGIA GREGA Na mitologia grega, o Tártaro é personificado por um dos deuses primordiais, nascidos a partir do Caos (apesar de alguns autores o considerarem irmão de Caos). Suas relações com Gaia geraram as mais terríveis bestas da mitologia grega, entre elas o poderoso Tifão. Assim como Gaia é a personificação da Terra e Urano a personificação do Céu, Tártaro é a personificação do Mundo Inferior. Nele estão as cavernas e grutas mais profundas e os cantos mais terríveis do reino de Hades, o mundo dos mortos, para onde todos os inimigos do Olimpo são enviados e onde são castigados por seus crimes. Lá os Titãs são aprisionados por Zeus (Júpiter), Hades (Plutão) e Poseidon (Netuno) após a Titanomaquia. Na Ilíada, de Homero, representa-se este mitológico Tártaro como prisão subterrânea 'tão abaixo do Hades quanto a terra é do céu'. Segundo a mitologia, nele são aprisionados somente os deuses inferiores, Cronos e outros titãs, enquanto que os seres humanos, são lançados no submundo, chamado de Hades.comentário não assinado de 201.55.45.5 (discussão • contrib) Vanthorn® 16h38min de 25 de maio de 2015 (UTC)

Fonte que não é fonteEditar

A "fonte" que retirei apenas menciona o mito noutro contexto, nada adiantando à fonte clássica. É WP:PESO indevido e não comprova o trecho onde se encontrava. --Stego (discussão) 20h23min de 24 de junho de 2017 (UTC)

Entendo, e   Concordo. A outra creio que não tem problema nenhum, e realmente fundamenta o que está escrito.-- Darwin Ahoy! 21h15min de 24 de junho de 2017 (UTC)
Regressar à página "Tártaro (mitologia)".