Abrir menu principal
Question book-4.svg
Esta página cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde abril de 2009). Ajude a inserir referências. Conteúdo não verificável poderá ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)

Domenico Guidi (1625 - 1701) foi um famoso escultor italiano do Barroco.[1]

Andrômeda e o Monstro do Mar

Nascido em Carrara, Guidi seguiu seu tio, o famoso escultor Giuliano Finelli para Nápoles. Sendo sobrinho de um escultor que tinha uma notória briga com Bernini, não é surpreendente que Guidi nunca tenha sido empregado pelo mestre. Ao invés disso, em Nápoles, entrou para a oficina de um de seus concorrentes, Alessandro Algardi, onde permaneceu por sete anos. Trabalhou em projetos como outro aluno de Algardi, Ercole Ferrata. Por exemplo, os dois ajudaram a finalizar a obra de seu mestre, A Visão de São Nicolau, na San Nicola da Tolentino.

Monumento ao Grande Mestre Nicolas Cotoner por Domenico Guidi, na capela de Aragão, Co-Catedral de São João, em Valleta, Malta.[1]
Anjo com lança

Guidi tornou-se independente com a morte de Algardi em 1654. Trabalhou também com o escultor francês Pierre-Étienne Monnot. Recebeu até mesmo uma encomenda do próprio Bernini: a escultura de um dos anjos da Ponte Sant'Angelo.

Referências

  1. a b Sciberras, Keith (2004). Roman baroque sculpture for the Knights of Malta. Valletta: Fondazzjoni Patrimonju Malti. pp. 190–207. ISBN 9789993210290. OCLC 470011305 
 
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Domenico Guidi