Abrir menu principal

Domingos Juvenil

político brasileiro
Domingos Juvenil
Prefeito de Altamira
Prefeito de Altamira
Período 1º: 1º de Janeiro de 2001
até 31 de dezembro 2005

2º: 1º de Janeiro de 2012
até 31 de dezembro 2015
3º: 1º de Janeiro de 2016 - atualidade

Presidente da Assembleia Legislativa do Pará
Período 1º de fevereiro de 2007
até 31 de dezembro de 2011
Deputado Estadual do Pará
Período 1º:1º de janeiro de 2006
até 31 de dezembro de 2010

2º: 1º de janeiro de 1977
até 31 de dezembro 1979
3º: 1º de janeiro de 1979
até 31 de dezembro 1983

Deputado Federal do Pará
Período 1º: 1º de janeiro de 1983
até 31 de dezembro 1987

2º: 1º de janeiro de 1987
até 31 de dezembro 1991
(constituinte)
3º: 1º de janeiro de 1991
até 31 de dezembro 1995

Chefe da Casa Civil do Pará
Período 1º de janeiro de 1985
até 31 de dezembro de 1987
Prefeito de Vigia
Período 1º de janeiro de 1975
até 31 de dezembro de 1977
Vereador de Vigia
Período 1º de janeiro de 1963
até 31 de dezembro de 1967
Dados pessoais
Nome completo Domingos Juvenil Nunes de Sousa
Nascimento 15 de maio de 1942 (77 anos)
Vigia, PA
Nacionalidade brasileiro
Progenitores Mãe: Juliana de Sousa
Pai: Braselino de Sousa
Esposa Rute Barros de Sousa (Atual)
Filhos Ozório Juvenil Sousa
George Sousa
Partido MDB e PMDB
Religião Católico romano
Profissão Professor, engenheiro e político.
Website Website Pessoal

Domingos Juvenil Nunes de Sousa (Vigia, 15 de maio de 1942) é um político, professor, engenheiro brasileiró e atual prefeito de Altamira, filiado ao Partido do Movimento Democrático Brasileiro. Em 2007 foi Eleito com mais de 30 mil votos para ocupar, pela terceira vez, um assento na Assembleia Legislativa do Pará, entrou também para a história política do Pará como o primeiro presidente eleito à unanimidade para chefiar, por mais dois anos - biênio 2009/2010 - o Parlamento Paraense.

Juvenil foi eleito prefeito da cidade de Altamira com mais de 50% dos votos da eleição municipal de 2016, em disputa com Josy Amaral, do Partido Socialista Brasileiro e João Batista, do Partido dos Trabalhadores.

BiografiaEditar

Domingos Juvenil, atual Prefeito do Município de Altamira, foi Deputado Estadual e Presidente da Assembleia Legislativa do Pará, eleito em 2006, iniciou sua carreira política em 1962 pelo extinto MDB (atual PMDB).
Eleito com mais de 30 mil votos para ocupar, pela terceira vez, um assento na Assembleia Legislativa do Pará, Domingos Juvenil entra para a história política do Pará como o primeiro presidente eleito à unanimidade para chefiar, por mais dois anos - biênio 2009/2010 - o Parlamento Paraense.

Exerceu o cargo de Deputado Estadual do Pará (2006—2010).

Início de vida e educaçãoEditar

SobreEditar

Casado, três filhos e nascido na Vigia de Nazaré, Domingos Juvenil coleciona desde 1962, quando foi eleito vereador pelo MTR (Movimento Trabalhista Renovador) em sua terra natal, larga experiência política e administrativa, o que lhe confere o respeito, a confiança e a credibilidade da sociedade paraense.

Os desafios da política partidária tornaram Juvenil um seguidor da frase do filósofo Santo Agostinho, "cada dia com sua agonia", onde busca serenidade para construir uma carreira pública sólida e exitosa. Em 1974 é eleito deputado estadual pela extinta Arena. Em 1975 se torna prefeito de Altamira, já pelo então MDB, de onde nunca mais saiu em nome da fidelidade partidária de quem é defensor intransigente.

Três anos depois, Juvenil retorna para cumprir mais um mandato no Legislativo Estadual, para, na eleição de 1982, conquistar uma vaga na Câmara Federal. Permaneceu em Brasília como deputado federal até 1995, onde teve atuação destacada na elaboração da Constituição de 1988 e foi membro titular das principais comissões técnicas da Casa, dentre as quais, a de Orçamento, Minas, Energia e Transportes.

Na condição de deputado federal, Domingos Juvenil, em missão oficial, esteve na Venezuela, representando o Brasil e o Pará, na IV Assembleia do Parlamento Amazônico, realizada em Caracas. Em 1992, quando o Brasil iniciava as discussões sobre desenvolvimento sustentável, ele representou a Câmara dos Deputados, na Conferência das Nações Unidas sobre Meio ambiente, a ECO-92, no Rio de Janeiro.

A vontade de continuar trabalhando mais de perto pela população paraense, fez Juvenil retornar ao Pará, disputar e vencer a eleição de 2000, para prefeito de Altamira, município da região sudoeste do Estado. Na Chefia do Governo Municipal trabalhou pelos mais carentes, garantindo educação, saúde, emprego, segurança e vida digna.

Esse trabalho foi ampliado em 2006 quando Domingos Juvenil decide retornar ao parlamento estadual e logo é conduzido à presidência da Casa.

Informações relevantesEditar

No ano de 2010, Domingos Juvenil foi Candidato ao Governo do Pará nas eleições, onde o mesmo forçou o segundo turno, ficando como o terceiro candidato mais votado do estado do Pará.

ReconhecimentoEditar

No comando da Assembleia Legislativa, Domingos Juvenil, com graduação em engenharia civil e magistério, pela Universidade Federal do Pará, foi alvo de homenagens pelos relevantes serviços prestados à sociedade. Em 2009, é distinguido com a medalha Francisco Caldeira Castelo Branco pelo transcurso do aniversário de Belém, a comenda é a maior honraria concedida pela Prefeitura de Belém.

No ano anterior, Juvenil tem o reconhecimento de sua administração à frente do parlamento estadual ao receber a medalha alusiva aos 25 anos da Asalp (Associação dos Servidores da Assembleia Legislativa).

Ainda em 2008, o deputado recebe das mãos do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, comenda em comemoração aos 20 anos da promulgação da Constituição Federal, por sua relevante atuação como deputado Constituinte. Neste ano ele é agraciado em Manaus (AM) e em Boa Vista (RR) com a medalha de Ordem do Mérito Legislativo.

O Ministério Público de Contas também homenageia o deputado Domingos Juvenil ao entregá-lo a Medalha de Mérito Institucional. Já em 2007, em Belo Horizonte (MG), ele é o primeiro presidente do Poder Legislativo a receber a comenda Ordem do Mérito Legislativo.

Domingos Juvenil conquista, em 2008, a presidência do Conselho Consultivo da União Nacional dos legislativos Estaduais e do Parlamaz (Parlamento Amazônico), missões que irá desempenhar até 2010.

Acusações e investigaçõesEditar

Investigação na "Máfia das Sanguessugas"Editar

O prefeito de Altamira estava sendo investigado na "Máfia das Sanguessugas", sendo julgado em primeira instancia pelo juiz Claudio Henrique Fonseca de Pina, da Subseção Judiciária Federal de Altamira, onde julgou o prefeito de Altamira, ao pagamento de multa no processo de fraudes em licitações conhecido como "máfia das sanguessugas. Na Ação também foram condenados todos os réus no processo.

Investigação na AlepaEditar

O prefeito de Altamira, Domingos Juvenil, estava sendo julgado pelo Tribunal de Justiça do Estado do Pará (TJPA). o Ministério Publico Estadual denunciou que na época como presidente da Alepa, houve fralde em remuneração da servidora pública Paula Roberta Martins, onde foi contratada como temporária da Alepa e solicitou licença para cursar especialização em São Paulo, mesmo assim, continuou recebendo pela Assembleia Estadual Legislativa do Pará.

Ligações externasEditar

Outros projetos Wikimedia também contêm material sobre este tema:
  Citações no Wikiquote

Referências

Precedido por
Odileia Sampaio
Claudomiro Gomes
Prefeito de Altamira
2013 — atualidade (reeleito)
2001 — 2005
Sucedido por
-
Odileia Sampaio
Precedido por
---
Presidente da ALEPA
2007 — 2011
Sucedido por
Manoel Pioneiro
Precedido por
---
Prefeito de Vigia
1985 — 1987
Sucedido por
---