Abrir menu principal

Domingos Lampariello Neto

Domingos Maracanã Volleyball (indoor) pictogram.svg
Informações pessoais
Nome completo Domingos Lampariello Neto
Apelido Domingos Maracanã
Modalidade Voleibol
Nascimento 7 de março de 1961 (58 anos)
São Paulo,  São Paulo
Nacionalidade  Brasil
Compleição Peso: 92 Kg Altura: 1,98 m
Medalhas
Copa do Mundo de Voleibol Masculino
Bronze Tóquio 1981 Equipe
Jogos Olímpicos
Prata Los Angeles 1984 Equipe
Campeonato Mundial de Voleibol
Prata Buenos Aires 1982 Equipe
Jogos Pan-americanos
Bronze Indiaópolis 1987 Equipe

Domingos Neto Lampariello mais conhecido como Domingos Maracanã é um ex-voleibolista brasileiro que competiu nos Jogos Olímpicos de Verão de 1984 , onde conquistou a medalha de prata e no Jogos Olímpicos de Verão de 1988.

.

CarreiraEditar

Iniciou sua carreira por volta dos 12 anos de idade quando cursava o ginásio e despertou o interesse pela modalidade, mas começou praticando o futsal e logo sua estatura foi aumentando e chamando atenção. Seu primeiro clube profissional foi Esporte Clube Pinheiros, com apenas seis meses após disputar o primeiro campeonato, surge a convocação para a Seleção Brasileira Infanto-Juvenil, onde recebeu apelido de Maracanã, por um jogador carioca do Botafogo de Futebol e Regatas por ser o mais alto entre os convocados e posteriormente passou pela categoria juvenil e adulta.

Na década de 80, defendeu as cores da Pirelli, Banespa e da Seleção Brasileira. Também atuou na Itália onde defendeu os clubes: Olioventuri de Peruggia e Miadigitronic de Verona. Com a Seleção Brasileira de Voleibol conquistou a primeira medalha do país na Copa do Mundo de Voleibol Masculino de 1981 em Tóquio-Japão, conquistando o bronze.[1]

Pela Seleção Brasileira de Voleibol Masculino em 1982 no Rio de Janeiro foi realizado o Mundialito no qual a seleção realizou a proeza de derrotar até então imbatível seleção da ex-URSS cujo craques como: Aleksandr Savin e Vyacheslav Zaytsev estavam presentes, mesmo assim a Seleção Brasileira venceu por 3x2.No mesmo ano conquista pela seleção a medalha de prata no Campeonato Mundial de Voleibol Masculino de 1982 realizado em Buenos Aires-Argentina, ao perder por 3x0 (15-3,15-4 e 15-5) para os soviéticos, mesmo perdendo o vôlei preencheu o vazio deixado por esportes que eram preferência absoluta no ano, como as decepções como a Copa do Mundo de Futebol e Nelson Piquet na Fórmula 1[1][2]

Em 1983 se repete a vitória em partida amistosa contra a Seleção da União Soviética em pleno Estádio do Maracanã contra a imbatível por 3x1; partida que ficou na memória dos espectadores, pois chovia muito e para não adiar o amistoso, então improvisaram para evitar escorregões com o tapete que usaram para apresentação dos atletas e as linhas foram delimitadas com esparadrapo, 90.000 pessoas presentes ficaram eufóricas com esta vitória.[1]

Pertenceu a geração de jogadores que ajudaram o vôlei brasileiro assumir o segundo posto no esporte na preferência nacional, pelos grandes resultados da Seleção Brasileira de Voleibol Masculino e pela medalha de prata na Jogos Olímpicos de Verão de 1984 realizado em Los Angeles-EUA, sob o comando de Bebeto de Freitas auxiliado por Jorjão, quando jogou ao lado de : William, Bernardinho, Xandó, Badalhoca, Montanaro, Rui Campos do Nascimento, Renan, Amauri, Marcus Vinícius, Bernard e Fernandão perdendo a final para a Seleção Norte-Americana por 3x0 (15-6, 15-6 e 15-7).

Em 1987 participa dos Jogos Pan-americanos de 1987 em Indianápolis-EUA pela seleçãocom uma campanha duas derrotas na fase de classificação: 3x1(15-7, 3-15, 15-8 e 15-12) para Argentina e a outra por 3x2(15-2 , 15-12, 11-15, 11-15 e 15-13) para Cuba; na semifinal nova derrota para os cubanos por 3x2(14-16 , 15-2, 15-6, 14-16 e 15-8) e disputa o a medalha de bronze com os argentinos devolvendo o placar da primeira fase 3x1(14-16, 16-14, 15-11 e 15-6) conquistando a referida medalha[3]

Em 1988 disputou a Olimpíada de Seul e na fase de classificação teve apenas uma derrota para a Seleção Sul-Coreana de Voleibol Masculino por 3x2 (19-17, 15-8, 6-15, 11-15 e 15-12), sua única vitória neste torneio. A seleção brasileira se classifica em segundo no Grupo A, mas perde a semifinal Seleção Norte-Americana por 3x0 (15-3, 15-5 e 15-11) e na disputa da medalha de bronze perde para Seleção Argentina de Voleibol Masculino por 3x2 (15-10, 15-17 , 15-8, 12-15 e 15-9).[4][5]

Foi casado com Andréa, mãe dos seus filhos Danilo e Davidson Lampariello é voleibolista que tem se destacado na lia italiana.[1][6] Após encerrar sua trajetória no voleibol indoor, prosseguiu no voleibol de praia. Também foi convidado a ser comentarista de TV, iniciando na SPORTV 19982006 .Em 2006-2008 foi comentarista comentarista da TV Globo. Em 2007 conduziu a tocha dos Jogos Pan-Americanos de 2007.

Atualmente mora em São Paulo-SP e trabalha em projetos de Inclusão Social e é Agente de Marketing Esportivo.[2][7] Desde 2004 é Coordenador de Projeto Social da Federação Paulista de Futebol .[8]

ClubesEditar

Clube País De Até
Esporte Clube Pinheiros   Brasil 1969 1980
Garulhos   Brasil 1981 1984
Clube Internacional de Regatas   Brasil 1981 1984
Santos Futebol Clube   Brasil 1981 1984
Pirelli   Brasil 1981 1984
Esporte Clube Banespa   Brasil 1985 1988
Olioventuri de Peruggia   Brasil 1985 1988
Miadigitronic de Verona   Itália 1985 1988

[1][9]

Títulos e ResultadosEditar

Referências

  1. a b c d e «Domingos Maracanã 25 de maio de 2010». Consultado em 13 de novembro de 2012 
  2. a b «Prata olímpica da geração de 1982 completa 25 anos». 29 de agosto de 2009. Consultado em 13 de novembro de 2012 
  3. CBV (13 de julho de 2007). «História do Voleibol nos Jogos Pan-americanos». Consultado em 13 de novembro de 2012. Arquivado do original em 12 de dezembro de 2013 
  4. «Men Volleyball Olympic Games Seoul (KOR) 1988 - 17.09-02.10 Winner United States» (em inglês). Consultado em 13 de novembro de 2012 
  5. a b «Domingos Maracanã Biography» (em inglês). Consultado em 13 de novembro de 2012 
  6. Hansports (24 de abril de 2012). «O brasileiro Davidson Lampariello desde 2010 atua no Macerata». Consultado em 13 de novembro de 2012 
  7. Marcelo Rozenberg (24 de abril de 2012). «O brasileiro Davidson Lampariello desde 2010 atua no Macerata». Consultado em 13 de novembro de 2012 
  8. «Domingos Maracanã-Perfil Linkedin». Consultado em 13 de novembro de 2012 
  9. Revista Placar (29 de outubro de 1982). «Placar Magazine - Nº 649-Página 60». Consultado em 13 de novembro de 2012 
  Este artigo sobre um(a) voleibolista, integrado ao Projeto Desporto, é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.