Abrir menu principal

Jorge Barros de Araújo

Ambox rewrite.svg
Esta página precisa ser reciclada de acordo com o livro de estilo (desde novembro de 2012).
Sinta-se livre para editá-la para que esta possa atingir um nível de qualidade superior.
Jorge Barros Volleyball (indoor) pictogram.svg
Informações pessoais
Nome completo Jorge Barros de Araújo
Apelido Jorjão
Modalidade Voleibol
Nascimento 28 de abril de 1948 (71 anos)
Rio de Janeiro,  Rio de Janeiro
Nacionalidade Brasil brasileira
Clube 1969-
Medalhas
Campeonato Sul-Americano de Voleibol Masculino Sub-19
Ouro São Paulo1980 Treinador
Ouro Assunção 1982 Treinador
Ouro Santiago1984 Treinador
Campeonato Sul-Americano de Voleibol Masculino Sub-21
Prata Santa Fe 1982 Treinador
Campeonato Sul-Americano de Voleibol Feminino
Prata Lima 1987 Treinador
Campeonato Mundial de Voleibol Masculino Sub-21
Prata Colorado Springs 1981 Assistente Técnico
Bronze Atenas1989 Treinador
Copa do Mundo de Voleibol Masculino
Bronze Tóquio 1981 Assistente Técnico
Campeonato Mundial de Voleibol Masculino
Prata Buenos Aires 1982 Assistente Técnico
Jogos Pan-Americanos
Ouro Caracas 1983 Assistente Técnico
Jogos Olímpicos de Verão
Prata Los Angeles 1984 Assistente Técnico

Jorge Barros de Araújo (Rio de Janeiro, 28 de abril de 1948), é um treinador de voleibol brasileiro que comandou na década de 80 a Seleção Brasileira na categoria infanto-juvenil e juvenil, sendo com esta última categoria sua principal conquista, a medalha de bronze, no Mundial Juvenil de 1989 e aos melhores resultados desta década com a seleção brasileira de voleibol feminino]] na categoria adulta.

CarreiraEditar

Bacharel em Educação Física pela UFRJ e nesta mesma instituição é Pós-graduado em Voleibol[1], e em 1969 iniciou sua carreira de treinador , desenvolvendo seus métodos na Associação Atlética Banco do Brasil (AABB), no Rio de Janeiro, onde coordenou todas as categorias tanto no voleibol masculino, quanto no feminino até 1980, mesmo período que foi treinador desde o mirim até o adulto no masculino[1].

Após conclusão de seu trabalho na AABB, transferiu- se para o Fluminense, sendo coordenador técnico de todas as categorias no voleibol masculino e feminino de 1981 a 1984, onde também foi treinador da equipes juvenil e adulta no masculino e no adulto voleibol feminino[1].

No ano de 1980 era o técnico da Seleção Brasileira Infanto-Juvenil que disputou o II Campeonato Sul-Americano da categoria realizado em São Paulo-Brasil e Ronaldo Daniel Araújo era seu auxiliar técnico, sagrando-se campeão do continente sul-americano[2].

Em temporada de 1981 Jorjão atuou como técnico da Seleção Brasileira Juvenil no Mundial Juvenil realizado em Colorado Springs-EUA no qual representando o Brasil obteve a medalha de prata, perdendo para ex-URSS por 3 x 0 (15-8, 15-10 e 15-3)[2], neste ano era o assistente técnico do então técnico Bebeto de Freitas e juntos comandaram o selecionado brasileiro na conquista da honrosa medalha d bronze na Copa do Mundo de 1981, esta sediada no Japão ocasião que a seleção realizou uma campanha de cinco vitórias e duas derrotas[2].

Continuou em 1982 como assistente técnico de Bebeto de Freitase novamente que comandaram a seleção brasileira no Campeonato Mundial, com sede em Buenos Aires , conquyistando a medalha de prata, perdendo na final para ex-URSS por 3x0 (15-3, 15-4 e 15-5).

Ainda 1982, Jorjão , era treinador e comandou a Seleção Brasileira Infanto-Juvenil que foi disputar o III Campeonato Sul-Americano de Voleibol Masculino Sub-19 da categoria realizado em Assunção-Paraguai e Antônio Marcos Lerbach era seu auxiliar técnico, conquistando o bicampeonato. Em seguida foi o treinador que conduziu a Seleção Brasileira Juvenil ao vice-campeonato no VI Campeonato Sul-Americano de Voleibol Masculino Sub-21 realizado em Santa Fe-Argentina cujo auxiliar técnico era Antonio Fernando Teixeira Leão, quando este selecionado perdeu na final para o selecionado da Argentina.[2] Em 1983 era assistente técnico de Bebeto de Freitas que comandava a Seleção Brasileira de Voleibol Masculino no Pan de Caracas, realizado em Caracas-Venezuela na conquista da medalha de ouro vencendo na final a Seleção Cubana de Voleibol Masculino por 3x1 (10-15, 15-9, 15-6 e 15-8), devolvendo a derrota na fase de classificação.[1][3].

Jorjão em 1984 era também assistente técnico de Bebeto de Freitas que comandou a Seleção Brasileira de Voleibol Masculino na conquista da Medalha de Prata nos Jogos Olímpicos de Verão de 1984 realizado em Los Angeles-EUA, perdendo a final para os Estados Unidos por 3x0 (15-6, 15-6 e 15-7), cujos jogadores eram: William, Bernardinho, Xandó, Badalhoca, Montanaro, Rui Campos do Nascimento, Renan, Amauri, Marcus Vinícius, Domingos Maracanã, Bernard e Fernandão[2].Ainda em 1984 conquista o tri-campeonato com a Seleção Brasileira Infanto-Juvenil no o IV Campeonato Sul-Americano de Voleibol Masculino Sub-19, realizado em Santiago- Chile auxiliado por Antônio Marcos Lerbach , onde derrotaram a Argentina por 3x0 (15-10, 15-7 e 16-14)[2].

Jorjão em 1985 passa a comandar a Seleção Brasileira de Voleibol Feminino na IV Copa do Mundo de Voleibol Feminino realizada no Japão terminando na 6ª colocação e Marco Aurélio Motta era seu auxiliar técnico, neste grupo de jogadoras estavam: Dulce Thompson , Jacqueline Silva , Roseli Ana Timm, Ida, Sandra Fonseca, Heloísa Roese, Vera Mossa, Ana Richa, Regina Uchoa, Mônica Caetano e Maria Isabel Barroso Salgado .[2] De 1985-1988 foi contratado pelo Bradesco Esporte Clube, com sede no Rio de Janeiro, onde coordenou as todas as categorias, no voleibol masculino e feminino e foi o treinador, da equipe masculina adulta.[1] Em 1986 dirigiu na condição de treinador auxiliado por Marco Aurélio Motta a Seleção Brasileira de Voleibol Feminino no X Campeonato Mundial de Voleibol Feminino realizado na Checoslováquia terminando na 5ª colocação[2].

Esteve em 1987 auxiliado por Marco Aurélio Motta no comando da Seleção Brasileira de Voleibol Feminino no XVII Campeonato Sul-Americano de Voleibol Feminino realizado em conquistando a o vice-campeonato perdendo para Seleção Peruana de Voleibol Feminino por 3x0 (15-9, 15-7 e 15-7), na equipe do Brasil estavam: Ana Richa, Ana Cláudia Ramos, Ana Lúcia de Camargo, Vânia Melo, Tina, Regina Uchoa, Eliani Costa, Ellen Cristina da Souza, Dora Castanheira, Patrícia, Maria Alice Gerst e Sandra Isabel da Fonseca[2]. No mesmo ano com o mesmo auxiliar técnico conduz a Seleção Brasileira de Voleibol Feminino ao 4º lugar nos X Jogos Pan-Americanos em Indianápolis- EUA , onde a equipe brasileira perdeu na semifinal para a Seleção Peruana de Voleibol Feminino por 3x0 (15-9, 15-10 e 15-11) e na disputa da medalha de bronze perde por 3x1(15-11, 16-18, 15-5 e 15-9) para a Seleção dos Estados Unidos de Voleibol Feminino[2][4].

Jorjão e Marco Aurélio Motta novamente juntos a frente da Seleção Brasileira de Voleibol Feminino que disputou os XXIV Jogos Olímpicos realizados em Seul (Coreia do Sul) com a melhor colocação até então terminando na 6ª posição, estavam na equipe brasileira: Simone Storm, Kerly Santos, Ana Moser, Vera Mossa, Ana Richa, Sandra Suruagy, Fernanda Venturini, Ana Lúcia de Camargo, Márcia Cunha, Ana Cláudia Ramos , Eliani Costa e Dora Castanheira[2][5].

Em 1989 volta a treinar a Seleção Brasileira Juvenil no V Campeonato Mundial de Voleibol Masculino Sub-21 realizado em Atenas-Grécia conquistando a medalha de bronze e auxiliado por Ricardo Gomes Tabach e a Seleção Juvenil do Brasil , perdeu a semifinal para a Seleção Juvenil Japonesa por 3x1 (15-5, 13-15,15-12 e 15-6) venceu na disputa pelo bronze a Seleção Juvenil Búlgara por 3x0 (15-10, 15-4 e 15-2)[2]. No mesmo ano foi contratado pela Associação Atlética Banco do Brasil (AABB), do Distrito Federal para treinar a equipe feminina adulta até 1990[1].

Jorjão foi o assistente técnico em 1990 de Bebeto de Freitas que dirigiu a Seleção Brasileira de Voleibol Masculino no Campeonato Mundial de Voleibol Masculino de 1990, realizado no Rio de Janeiro-Brasil terminando na 4ª colocação, após perder por 3x2(6-15,15-9,15-8, 8-15 e 15-13) para Itália na semifinal e na disputa do bronze perder para ex-URSS por 3x0 (15-8,15-8 e 15-4).No selecionado brasileiro tínhamos: Marcelo Negrão, Jorge Edson, Giovane Gávio, Pompeu, Paulão, Maurício, Janelson, Dentinho, Carlão, Cidão, Pampa e Tande[6].

Após término de contrato com a Associação Atlética Banco do Brasil (AABB), passou a treinar a equipe adulta masculino da forte equipe A.D.C Pirelli de São Bernardo do Campo onde permaneceu desde 1990 até 1993 e era o Coordenador Técnico de todas as categorias no masculino[1] Em 1994 foi o treinador da equipe masculina da categoria adulta do clube italiano TNT Traco Catânia[1].Coordenou e foi o Professor e Coordenador no Centro de Treinamento Rio Sport Center, no Rio de Janeiro; foi treinador da Seleção do Rio de Janeiro em todas as categorias (infanto-juvenil, juvenil e adulto). Atuou como treinador de Duplas de vôlei de praia: Samira e Faiza, Mônica Rodrigues e Jacqueline Silva,Mônica Rodrigues e Mônica Paludo , Mônica Rodrigues e Ângela, Mônica Rodrigues e Alessandra, Paulo Emílio e Fred, Loyola e Rogéro Pará, todos disputaram os Circuitos Nacional e Internacional.

Atualmente exerce a função de Instrutor do Curso Nacional de Treinadores, da Confederação Brasileira de Voleibol. É autor de alguns trabalhos didáticos: Publicou em 1993 pela Editora Palestra o Livro com título: Voleibol Moderno-Sistema Defensivo. Registrou duas outras obras na Biblioteca Nacional, porém não foram publicadas: Voleibol Moderno-Sistema Ofensivo e Vôlei de Praia-Nova Modalidade Olímpica. É o criador do site Just Volleyball, com artigos ligados ao voleibol indoor e de praia[1].

ClubesEditar

Treinador

Clube País De Até
AABB/(RJ)   Brasil 1969 1980
Fluminense   Brasil 1981 1984
Fluminense   Brasil 1981 1984
Bradesco Esporte Clube   Brasil 1985 1988
AABB/(DF)   Brasil 1989 1990
Pirelli/São Bernardo(SP)   Brasil 1990 1993
TNT Traco Catania   Itália 1994 1994

[1][7]

Títulos e ResultadosEditar

Clubes

Campeonato Carioca de Voleibol Feminino

Campeonato Carioca de Voleibol Masculino

Campeonato Paulista de Voleibol Masculino

Campeonato Brasileiro de Clubes de Voleibol Feminino

Liga Nacional de Voleibol Masculino

Seleção Brasileira de Voleibol Feminino

Copa do Mundo de Voleibol

Campeonato Mundial de Voleibol Feminino

Jogos Pan-Americanos

Jogos Olímpicos de Verão

Seleção Brasileira de Voleibol Masculino

Campeonato Mundial de Voleibol Masculino

  • 1990-4º Lugar (Rio de Janeiro,   Brasil)[2]

Referências

  1. a b c d e f g h i j Jorge Barros de Araújo. «Jorge Barros de Araújo». Consultado em 11 de novembro de 2012 [ligação inativa]
  2. a b c d e f g h i j k l m n o p q CBV-Confederação Brasileira de Voleibol. «Jorge Barros-Técnicos da Seleção-CBV». Consultado em 11 de novembro de 2012. Arquivado do original em 26 de outubro de 2012 
  3. Placar Magazine (22 de julho de 1983). «Revista Placar Magazine Nº 687-Pág.5». Consultado em 11 de novembro de 2012 
  4. Todor Krastev. «Women Volleyball Panamerican Games 1987 Indianapolis (USA) - 12-23.08 Winner Cuba». Consultado em 11 de novembro de 2012 
  5. Todor Krastev. «Women Volleyball Olympic Games 1988 Seoul (KOR) - 20-29.09 Winner Soviet Union». Consultado em 11 de novembro de 2012. Arquivado do original em 20 de janeiro de 2012 
  6. Todor Krastev (28 de julho de 2009). «Mundial Volei disputado no Brasil em 1990». Consultado em 11 de novembro de 2012 
  7. Todor Krastev (2 de agosto de 1985). «Placar Magazine Nº 793». 84 páginas. Consultado em 11 de novembro de 2012