DOSEMU

(Redirecionado de Dosemu)

O DOSEMU é um utilitário que permite executar, num ambiente Linux, software que só é executável em MS-DOS ou Microsoft Windows até à versão 3.1. O DOSEMU - de que pode ser feito o download a partir de www.dosemu.org - traz consigo uma versão de DOS chamada FreeDOS que pode suprir as necessidades mais básicas ou resolver o problema de quem não tem uma versão do MS-DOS ou mesmo do DR-DOS. Existem várias formas de instalá-lo e configurá-lo. Aqui vamos propor-te uma solução simples e eficaz, que passa pela criação de um directório ~/dos - assim, no teu directório home - que vai “fingir ser” a unidade C:. Esta solução pode não funcionar com algumas distribuições como a Debian, mas funcionará com as mais comerciais. Vamos então aos passos necessários:

DOSEMU
Captura de tela
Desenvolvedor DOSEMU Team
Versão estável 1.4.0 (5 de Maio de 2007)
Sistema operacional Linux
Gênero(s) Camada de Compatibilidade
Licença GPL
Página oficial www.dosemu.org

1. Cria um directório sob o teu directório home, por exemplo, ~/src. 2. Copia para lá o ficheiro comprimido que tiraste do site e descomprime-o:

        tar xvfz dosemu-1.2.2.bin.tgz

3. Muda para o directório dosemu-1.2.2 - ou semelhante, conforme a versão - e procura o ficheiro QuicStart que deverá conter as instruções actualizadas para os passos seguintes.

4. Lê-o usando, por exemplo, o comando less, assim:

        less QuICKSart

5. Se estás numa janela de um terminal X, executa o script de instalação assim:

        ./setup-dosemu

6. Prime Ok para confirmar as opções.

7. Prime Configure/Make.

8. Clica Ok.

9. Clica em Compile dosemu.

10. No fim da compilação, sai do script e inicia sessão como root. Podes fazê-lo temporariamente com o comando su.

11. Agora, a partir do directório principal do DOSEMU - façamos dosemu-

1.2.2 -, escreve

         make install

Daqui segue-se a configuração e essa tem variado um pouco nas últimas versões, pelo que é conveniente imprimir o ficheiro QuicStart com as instruções. Experimenta com:

         lpr QuickStart

Ver tambémEditar

  • FreeDOS, uma implementação em software livre do DOS, compatível com a grande maioria dos softwares disponíveis para MS-DOS e habilidade de lidar com tecnologias que não existiam na era MS-DOS.
  • DOSBox, emulador voltado a jogadores de jogos do MS-DOS no Linux ou no Windows (que já não possui mais compatibilidade com eles).

Referências

Ligações externasEditar


  Este artigo sobre software livre é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.