Douglas McGregor

Douglas McGregor (Detroit, 1906 - Massachusetts, 1º de outubro de 1964) foi economista e professor universitário estadunidense, um dos pensadores mais influentes na área das relações humanas.

Douglas McGregor
Nascimento 1906
Detroit
Morte 1964 (57–58 anos)
France
Cidadania Estados Unidos
Alma mater
Ocupação psicólogo, economista, professor universitário, escritor
Empregador Instituto de Tecnologia de Massachusetts, Indian Institute of Management Calcutta, MIT Sloan School of Management

BiografiaEditar

Nasceu em Detroit e licenciou-se no City College. Doutorou-se em Harvard, onde lecionou Psicologia Social, e foi professor de Psicologia no MIT. Em 1948 era presidente do Antioch College, em Yellow Springs, onde atuou até 1954.[1] Em 1962 lecionava a disciplina de Gestão Industrial na Sloan Fellows.

TeoriasEditar

 Ver artigo principal: Teoria X e Y

McGregor é mais conhecido pelas teorias de motivação X e Y. A primeira assume que as pessoas são preguiçosas e que necessitam de motivação, pois encaram o trabalho como um mal necessário para ganhar dinheiro. A segunda baseia-se no pressuposto de que as pessoas querem e necessitam trabalhar. Um argumento contra as teorias X e Y é o fato de elas serem mutuamente exclusivas. Para o contrapor, antes da sua morte, McGregor estava desenvolvendo a teoria Z, que sintetizava as teorias X e Y nos seguintes princípios: emprego para a vida, preocupação com os empregados, controle informal, decisões tomadas por consenso, boa transmissão de informações do topo para os níveis mais baixos da hierarquia, entre outros.

Referências

  1. «Presidents of Antioch». Antioch University. Consultado em 4 de setembro de 2011. Arquivado do original em 1 de outubro de 2011 
  Este artigo sobre um(a) economista é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.