Dragiša Cvetković

Dragiša Cvetković, em cirílico Драгиша Цветковић (Niš, 15 de janeiro de 1893 — Paris, 18 de fevereiro de 1969) foi um político iugoslavo.

Dragiša Cvetković
Nascimento 15 de janeiro de 1893
Nis
Morte 18 de fevereiro de 1969 (76 anos)
Paris
Cidadania Sérvia, Jugoslávia
Ocupação jornalista, político,

Ele serviu como primeiro-ministro do Reino da Iugoslávia de 1939 a 1941. Ele desenvolveu a federalização da Iugoslávia por meio da criação da Banóvina da Croácia por um acordo com o líder croata Vladko Maček (Ver Acordo de Cvetković–Maček). Cvetković deixou a Sérvia em 4 de Setembro de 1944, indo para a Bulgária e, depois, para a Turquia. Passou o resto da vida em Paris.

Em 25 de setembro de 2009, a Corte Regional de Niš, sua cidade natal, o inocentou das acusações feitas contra ele pelo governo Iugoslavo em 1945.[1]

Referências

Precedido por
Milan Stojadinović
Primeiro-ministro da Iugoslávia
1939-1941
Sucedido por
Dušan Simović
  Este artigo sobre um(a) político(a) é um esboço relacionado ao Projeto Biografias de Políticos. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.