Eclipse solar de 10 de outubro de 1912

eclipse solar

O Eclipse solar de 10 de outubro de 1912 foi uma cobertura total do sol pela lua que ocorreu no 10 de outubro de 1912. O fenômeno teve ampla cobertura da imprensa brasileira, mobilizou expedições astronômicas para observação no fenômeno na região da serra da Mantiqueira, mas não pode ser observado devido ao mal tempo na região.[1]

Observação frustradaEditar

Através da articulação de Henrique Morize, então diretor do Observatório Nacional, diversas expedições astronômicas foram enviadas para a divisa dos Estados de Minas Gerais e São Paulo.[2] As localidades escolhidas pelos astrônomos estrangeiros para realizar suas observações situavam-se na serra da Mantiqueira, nas imediações das cidades de Passa Quatro, Cristina e Alfenas.[3]

Referências

  1. Barboza, Christina Helena; Damasceno, Arthur Cavalcanti (2012). «O presidente e o eclipse: ciência e política na observação do eclipse solar de 1912» (PDF). Anais do XV Encontro Regional de História da Anpuh-Rio. Consultado em 25 de outubro de 2018 
  2. Oliveira, Raquel dos Santos (2010). «O eclipse de 1912 e a correspondência entre os astrônomos Morize e Perrine» (PDF). XIV Encontro Regional da ANPUH-Rio. Consultado em 25 de outubro de 2018 
  3. Barboza, Christina Helena (2012). «Encontros e desencontros na observação do eclipse solar de 10 de outubro de 1912» (PDF). Anais do 13º Seminário Nacional de História da Ciência e da Tecnologia. Consultado em 25 de outubro de 2018 
  Este artigo sobre astronomia é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.