Eduíno de Inglaterra

4° rei da Inglaterra da Casa de Wessex

Eduíno (941? – 1 de outubro de 959) foi Rei de Inglaterra de 955 a 959. Era o filho mais velho do rei Edmundo I de Inglaterra, e sucedeu ao tio Edredo.[1][2]

Eduíno
Rei dos Ingleses
Reinado 23 de novembro de 955
a 1 de outubro de 959
Antecessor(a) Edredo
Sucessor(a) Edgar
 
Nascimento 941?
  Wessex, Inglaterra
Morte 1 de outubro de 959 (18 anos)
  Gloucester, Inglaterra
Sepultado em Catedral de Winchester, Winchester
Esposa Elgiva
Casa Wessex
Pai Edmundo I de Inglaterra
Mãe Elgiva de Shaftesbury

O seu reinado foi marcado por conflitos internos com os seus súbditos e a Igreja Católica. A insatisfação dos nobres, encabeçados pelo seu irmão Edgar, causou uma breve guerra civil que Eduíno perdeu na batalha de Gloucester. Nos acordos subsequentes, o reino foi dividido: Eduíno permaneceu senhor dos territórios a sul do Tâmisa, incluindo Wessex e Kent, enquanto que Edgar se tornou rei no Norte. Com a morte de Eduíno sem descendência, a Inglaterra voltou a unir-se nas mãos de Edgar.[1][2]

Referências

  1. a b The New Cambridge Medieval History: C.900-c.1024 (em inglês). 3. Cambridge: Cambridge University Press. 1995. p. 476. ISBN 9780521364478 
  2. a b Gathagan, Laura L.; North, William (2015). The Haskins Society Journal 26: 2014. Studies in Medieval History (em inglês). Woodbridge: Boydell & Brewer. p. 120. ISBN 9781783270712 

Precedido por
Edredo
Rei de Inglaterra
955 - 959
Sucedido por
Edgar
  Este artigo sobre reis é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.